Momentos históricos íncriveis

Não há muitos momentos históricos na vida de uma pessoa. Eu tive a sorte de viver numa época fantástica, embora o salazarento me tenha roubado 28 anos de vida. Vivi o Maio de 68, o 25 de Abril, a ida à lua, e o primeiro transplante cardíaco.

Não resisto a contar-vos, na sequência da bem apanhada incredulidade do Zé, que me lembro perfeitamente, da primeira página dos jornais a anunciaream o primeiro transplante cardíaco.

Eu trabalhava na Baixa e ouviam-se os ardinas a gritarem a notícia. Parei para comprar o jornal, e um gajo que estava ali ao meu lado e que eu não conhecia de lado nenhum, diz-me: estes gajos são uns mentirosos. Então o tamanho do coração não é igual como é que cabe na caixa toráxica de outro gajo? Eu fiquei com aquela a moer-me a cabeça. Então há pessoas que passam uma vida a correr atrás de um sonho, trabalham duramente, e nunca viram o que este gajo, que nunca tinha sequer pensado nisto, viu logo à primeira?

Há duas formas de olhar para estes momentos que valem uma vida. Outra história para explicar esta ideia.

O Imperador Carlos V foi visitar as obras da Catedral de Rems (não vale a pena ir ver porque eu não tenho a certeza) e perguntou a um pedreiro. Tu que fazes aqui? E o pedreiro respondeu. Parto pedra. A seguir pergunta a outro pedreiro. E tu, o que fazes aqui? responde o pedreiro. Construo uma Catedral!

Se não sonharmos nunca iremos à lua, não teríamos feito o transplante cardíaco e nunca teríamos construído uma Catedral!

Comments


  1. Claro, e nunca teríamos evoluído. Com jeito, ainda estaríamos debaixo de um Torquemada qualquer. Concordo com o Gedeão – “o sonho comanda a vida” – mas, de vez em quando, gosto de ter os pés no chão.

  2. maria monteiro says:

    Também eu vivi todos esses momentos fantásticos… Resolvi perguntar ao meu filho quais foram os momentos históricos nestes seus 17 anos de vida … então temos: Expo98, O País Timor, 11 Setembro, funeral de ACunhal, Obama Presidente. S.Gama escreveu “Pelo Sonho é que vamos,Comovidos e mudos.Chegamos? Não chegamos?Haja ou não haja frutos,Pelo sonho é que vamos.”

  3. Luis Moreira says:

    Maria, você tem sempre preparada a melhor deixa…

  4. maria monteiro says:

    Mas quem escreveu “Se não sonharmos nunca iremos à lua…” foi o caríssimo LM…. eu, mais modesta, amanhã vou até Braga e por lá pernoitamos … só para chegar à lua

  5. dalby says:

    Agora para Braga?? ai ai ai a vadiagem você não páraaaaaaaa!!!

  6. maria monteiro says:

    mas foi uma vadiagem um bocado molhada porque Braga nos recebeu com chuva… não deu para ver tudo .. fica para a próxima