Andamos a pagar impostos para esta merda?

“A viagem sozinho a Fátima corria bem até que, de noite, ‘António’ decidiu parar só para tentar comer qualquer coisa. Voltou com um hamburguer ao carro e, sentado ao volante, mal se distraiu já tinha uma pistola e facas apontadas à cabeça. Acabou sequestrado hora e meia pelos quatro homens que, enquanto roubaram o que puderam do seu multibanco, ainda o espancaram e fecharam-no dentro da mala do carro. A Polícia Judiciária já apanhou três, mas uma juíza libertou-os. E continuam a viver do Rendimento Social de Inserção. De resto, há muito que conciliam os enormes rendimentos no mundo do crime com uma vida recheada de subsídios à custa do Estado – que vai pagando sempre, apesar dos longos registos criminais por roubo, furto e tráfico de droga. Um deles até já cumpriu duas penas de prisão por vários crimes violentos”.

Notícia do Correio da Manhã de hoje.

À pergunta inicial, ficam outras: As milhares de leis que os nossos dedicados parlamentares e governantes aprovam todos os anos (é verdade, temos uma produção legislativa de fazer inveja aos escandinavos) resultam nisto? E ainda querem a nossa confiança?

Os partidos da ala esquerda ainda defendem que estes pobres desinseridos e que nunca tiveram uma real oportunidade na vida devem continuar a ser subsidiados?

Comments

  1. Belina Moura says:

    Este ano, conheci pessoalmente mães que não tinham emprego mas que “tinham filhos”, uns atrás dos outros, e viviam todos à custa do que o Estado lhes pagava, e quantos mais filhos, mais ganhavam. Para quê um emprego ao balcão, ou numa cantina, ou a lavar escadas, quando elas podem ganhar o dobro a “ter filhos”??? E, como estas mães as conheci na escola onde eu leccionava, via-as pouco preocupadas com o bem-estar emocional dos seus filhos, que elas procriavam uns atrás dos outros e que causavam imensos problemas de inserção na escola, eram violentos, malcriados, sem eira nem beira! E por isso eram estas mães chamadas à escola, para que a Directora de Turma tentasse resolver os problemas de (mau)comportamento e de (des)evolução escolar dos seus filhos. Com sorte elas saberiam de cor o nome deles todos!

  2. dalby says:

    A minha alma está parva!! O Intocável, moralmente falando, o discreto e jovial pai de família, o nosso representante de direita e anti-direitos adquiridos dos FPúblicos, um dos fundadores-mor do Blog, o todo respeitável e low-profile Dr ZéFrei a dizer a palavra «MERDA» neste post e logo num título???!!! E a citar o CM (jornal sensacionalista do PSD-interesses de direita CDS etc)?? AH CRISTO VEM CÁ ABAIXO VER ISTO!!!!Aquele R’ Bokassa miserável de RED-RIVER, se fossse comigo tinha sido já raios e coriscos, disse-me toda a vida do piorio porque «és este e aquele e o teu nível é este e aquele» mas aos amiguinhos da terra e arredores NEM UM PIO! MALDITA TERRA HUMANA cheiinha de injustiças! Se eu tivesse tido um título destes o R’ teria pedido para eu ser frito em fricassé lento e dado na cantina aos motoristas dos TPC (transportes publicos de Coimbra) e nem deixa que me publiquem um texto sobre o Outono!! É DO PIORIO! É mau, é de maus instintos, é fraco mesmo!FRACO!dalby


  3. Caro A, só uns esclarecimentos: não sou intocável, longe disso; posso ser discreto e low-profile e ainda bem; não sou de direita, nem de esquerda, nem do centro, sou do que me apetecer e achar melhor; não sou anti-direitos adquiridos mas também não sou defensor de direitos adquiridos só porque sim, depende…; a palavra merda já foi escrita por mim, no passado. Álias, num dos meus primeiros posts há para lá muita asneira. Tenho dito.

  4. dalby says:

    Caríssimo e gentilíssimo ZéFrei, ainda bem que viste que eu estava a brincar, quanto mais low profile mais atracção fatal para picar.È a brincar , claro , que eu estava,sempre,..Eu acho que é maravilhoso sermos todos diferentes e completarmo-nos por isso, em tudo numa sociedade, ou aqui… é isto que faz este blog uma coisa especial..quer um blog quer outra coisa..eu só estava a dar uma de «vitima» que adoro, para tentar picar o nosso grande R, que aliás já me respondeu ali abaixo num artigo…a vida sem (boas) provocações é um marasmo!Dalby high profile para ZéFrei low-profile!!!http://www.youtube.com/watch?v=J7j2ucEkwNI

  5. Snail says:

    Já sugeri que o RSI fosse aumentado para aí uns 5.000,00 € por mês. Com isto evitava-se que estes infelizes tivessem de andar a roubar pars se sustentarem.Se lhes fosse também atribuido, (em comodato) uma viatura apropriada (talvez Porsche ou Mercedes) e, eventualmente) uns vales-alojamento para estadias em hotéis de 4 estrelas (mínimo) admito que tivéssemos o problema sulocionado.Mas ninguém acredita nisto…

  6. Snail says:

    Atenção “sulocionado” é, na verdade, solucionado. Foi um lapso. Com tantos professores a ler, até estou corado de vergonha…

  7. Ricardo says:

    Há aqui qualquer coisa que não joga certo, com certeza. Gajos maus é uma realidade inevitável. O que os levou a ser assim? Muito poucos são aqueles que tiram prazer da maldade. Circunstâncias de vida – são lixadas. Uns tiveram a sorte de nascerem num quarto aquecido (como eu), outros tiveram o a azar de nascerem numa barraca. Quem comete crimes deve ir para a prisão, ponto. Agora que esta sociedade está na merda, isso está.E enquanto a Justiça não tiver mão pesada para os criminosos, sobretudo os de colarinho branco (aiii as minhas contribuições…), não vai ficar limpo.P.S. Sou contra subsídios estatais a criminosos e parideiras com fins monetários.

  8. dalby says:

    Não te preocupes Snail que os profs estão distraídos e mais preocupados com outras coisas que NÃO A GRAMÁTICA! Olha, aqui há tantos Ricardos?!! Eles são todos irmãos e primos uns dos outros??!!!Eu nem sou contra a criminalidade!! Dá-nos assim uma espécie de «ar COSMO, de lugar civilizado ultra-urbano, de país desenvolvido! Já viram o que seria NEW YORK; LONDON; PARIS; ROME; CHICAGO, Los ANGELES sem assaltos, roubos, mortes etc etc…ninguém apreciaria a dimensão!!!!!!!!jejejeje! dalby

  9. Luis Moreira says:

    O que eu vejo quando vou à Segurança Social, tratar de assuntos da empresa do meu filho, é jovens casais com filhos pequenos ao colo e outro na barriga. Será que haverá algum subsídio para o Viagra e o pessoal está sempre em “fato de trabalho?”

  10. dalby says:

    «INBEJOSA»!!!!

  11. maria monteiro says:

    É um facto que são as pessoas com menos rendimentos que têm mais filhos… A escolaridade só mesmo porque é obrigatória mas acima de tudo o que lhes importa é terem uma profissão. Já agora, e falando de profissões, adoro, amo, venero… os profissionais do voluntariado que esquecendo os nossos jovens, os nossos idosos, os nossos campos, as nossas praias … partem para férias solidárias… à conta de “fazer o bem” trazem na bagagem uma porrada de filmes, fotografias e claro a vontade de voltar…


  12. Ricardo, concordo consigo. A sociedade está uma merda e gajo maus há em todo o lado e sempre houve. O problema é estarmos a subsidiá-los, numa espécie de novas oportunidades para o crime.

  13. Ricardo Santos Pinto says:

    Se um tipo condenado pode candidatar-se a Presidente da Câmara, por que razão não haveria de poder candidatar-se ao Rendimento Mínimo?

  14. Belina Moura says:

    Dalby, vamos organizar cá no Porto um almoço com os aventores e os bloggers todos que queiram e que possam vir. Trata tu disso e o Luís pois ele diz que vem cá ao Norte para a semana que vem. Podia era ser num Sábado, tipo dia 5 Setembro, que achas? sempre apareceria mais gente!Pensa num restaurante giro! Tens uns dias para organizar isso direito!

  15. dalby says:

    Eu gosto da PJ apesar de eles serem um pouco «passados» e reinar ali uma filosofia um pouco machista e homofóbica..confio neles….sim Luis também tinha lá uma amiga loura..pobrezinha..morreu ha anos com um cancro..cheia de força e jovem..mas é a vida…

Deixar uma resposta