O estado da Justiça em Portugal

Hoje de manhã, faltei às aulas para ir a Tribunal. Um processo de dívida, que interpus contra uma editora de Paços de Ferreira para a qual trabalhei até 2007.

A audiência, que estava marcada há meio ano, não se realizou por dois motivos:

 

– porque não havia sala disponível para se fazer o julgamento.

 

– porque as testemunhas só foram notificados na última sexta-feira e, por isso, só vão receber a notificação depois da data.

 

O julgamento ficou agora marcado para Abril de 2010.

 

Depois disto, só apetece dar os Parabéns ao eng. Sócrates e ao dr. Alberto Costa pelo excelente estado da Justiça em Portugal.

Comments

  1. maria monteiro says:

    Este ano recorri, por via dum acidente automóvel cujo processo na seguradora andava embrulhado há quase 1ano, aos “Julgados da Paz” em Telheiras – nem chegou a demorar 2meses desde a entrega do requerimento até à sentença. Pena que não haja mais “Julgados da Paz” a funcionar por todo o país … sempre aliviava os tribunais para se dedicarem aos outros processos


  2. Bloguista amigo, acredito piamente no seu relato. Sei do que falo e devo dizer-lhe que o governo pouco ou nada pode fazer contra isso. Terá de queixar-se é do órgão de soberania em causa, que tem o dever de se organizar internamente para evitar que essas coisas aconteçam.

Deixar uma resposta