FUTaventar: Sporting não é um Grande

Diz o Paulo Bento que o Sporting desde 1960 só ganhou oito campeonatos (62, 66, 70, 74, 80, 82, 2000 e 2002).

Este números mostram que o Sporting não é um grande! E só por isso se percebe a inveja que sentem, palavras do treinador agora de saída, do BENFICA!

Com o meu olhar absolutamente parcial de sócio do BENFICA, sinto uma enorme alegria em ver este clube, o Sporting, assim!

Comments

  1. isac says:

    A actual situação do Sporting mostra o que acontece com uma equipa de futebol  profissional “grande” quando se deixa de injectar milhões de euros.  Sendo portista e acima de tudo amante do futebol, acho que não deviam de haver “grandes”. São anti-desportivos e envoltos em escândalos, intrigas e corrupção. É um problema do tamanho e de serem empresas. Tenho pena pelo futebol.


  2. Mas o mais interessante de tudo é que a equipa de gestores que foi para o Sporting fazer os negócios dos terrenos, do novo estádio,da academia, estão todos milionários e o clube não tem um chavo para comprar jogadores capazes. Isto é que eu adorava que me explicassem, a ver se ainda vou a tempo…


  3. Não estou de acordo, João Paulo. A grandeza de uma instituição desportiva não se mede apenas pelo número de campeonatos de futebol que ganhou – o Sporting é um grande clube – em muitas modalidades e até no futebol (veja-se o número de grandes jogadores que formou). Apoucar os nossos adversários, não nos torna maiores. E, para nós, benfiquistas, o Sporting é sem dúvida um «inimigo» de estimação. É um grande clube.


  4. Se a grandeza de um clube se medisse apenas pelas vitórias nos últimos anos, então o FC do Porto seria de longe o maior clube português e o Benfica estaria ao nível do Boavista, porque conquistaram ambos um Capeonato nos últimos anos. Ora, todos sabemos que a realidade não é essa. O Sporting não deixa de ser um grande pelo facto de ter conquistado poucos títulos nos últimos anos. Poderá já não ser o segundo grande português, porque me parece que esse já é o FC do Porto, mas não deixa de ser um grande por isso. E nem era isso que o Paulo Bento queria dizer. O que quis dizer foi que antes dele, nos últimos anos, foram poucos aqueles que conseguiram o que ele não conseguiu: ganhar um Campeonato.