Salto à vara

Ana Gomes é uma desbocada, mas às vezes diz umas coisas com coragem. Desta vez, não esteve com meias medidas e diz para quem a quer ouvir que "a corrupção só acaba se e quando o PS quiser".

 

Apresenta como sua defesa o facto de ter dito tal verdade no Congresso do partido em Abril último, reforçando "que o pântano só pode ser ultrapassado com salto à vara".

 

Ou a imagem de saltar à vara é uma premonição digna de uma vidente de Fátima, ou já sabia e usava estes remoques para quem, como ela, estava conhecedora, ou está a atirar com os seus 90 Kls para cima do Vara (90 kls políticos,claro).

 

Ana Gomes acrescenta que é necessário retomar a proposta de "Combate à corrupção" de João Cravinho, criminosamente chumbada pela "Máfia" da anterior maioria parlamentar (é curioso que vemos os partidos chumbar esta proposta e achamos que é natural) sem o que os políticos e a política se afundam no pântano da nossa vergonha.

 

Mas a maioria do PS e dos outros partidos continuam a assobiar para o ar, como se as prioridades não passem por tão sujo problema, mas passe pelo casamento dos gays, numa manobra de diversão, no mínimo  patética.

 

Isto só lá vai com "vara" mas é de marmeleiro!

 

PS: Causa Nostra e Blasfémias

Comments

  1. Zé da Burra o Alentejano says:

    Estou farto de tanto ouvir e ler notícias sobre alta corrupção, mas a verdade é que não se vêem nenhuns condenados das dezenas de casos que chegam ao nosso conhecimento, assim, só há duas hipóteses: Ou é tudo mentira, somos todos paranoicos e “vivemos no melhor dos mundos”; ou as nossas leis e os nossos Tribunais são incapazes de julgar e condenar os corruptos.A incapacidade de se conseguirem as necessárias provas para as condenações entroncam nos instrumentos e leis que os políticos põem à disposição dos investigadores e Tribunais. Se é esse o motivo, então o caso é grave e levanta até suspeitas de que a dita corrupção domina já os legisladores e os políticos que escolhemos para nos governarem.