Quando um gráfico vale mais que mil mentiras

Esta malta andava a subir na vida. E fica-me a dúvida: não fosse a crise, e não teria este gráfico seguido o seu percurso natural, aumentando o assalto às finanças públicas e sustentando os empresários chulos do estado?

gráfico via Câmara Corporativa

Actualização – Não quero que falte nada aos meus comentadores:

Evolução do custo por turma do ensino privado na era Maria de Lurdes Rodrigues

Comments


  1. Mais lamentável é o facto de não haver ninguém que supervisione estes financiamentos. É o deixa andar, bem português. Por isso é que faz falta que o contribuinte, que é a parte mais interessada, fiscalize as contas públicas. Deixo aqui uma sugestão:

    PETIÇÃO por uma ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS CONTRIBUINTES FISCAIS, in http://www.peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=ancf


  2. Fico contente que o Cardoso, professor, cite e transcreva o que os Abrantes escrevem no CC pois assim, posso sempre acreditar quando lá leio que os profs. são uns calões que ganham demasiado… mas avancemos para o gráfico própriamente dito:

    Felizmente, por um post que já comentei seu a região onde lecciona é bem longe daquela onde eu vivo senão ainda teria de explicar ao meu filhote certas coisas que pelos vistos escapam a olhos de docente (se calhar do(c)entes de estrabismo ideológico).

    Meu caro Prof. Cardoso, acreditando que seja professor de Filosofia ou outra coisa do género aqui fica algumas notas sobre esse quadro (acreditando que ele seja verdadeiro mas como vem de gente que diz que os professores são calões que ganham demais fico com duvidas):

    O numero de turmas desceu de 2333 para 2209 ou seja 5,31%
    O valor subiu de 216M para 239M ou seja um subida de 10,64%

    Com o corte de 30% o valor vai baixar de 239M para 167.3M

    Ora, se quiser (e conseguir, senão peça a um colega de Matemática que o ajude) faça um quadro COM AS LINHAS CERTAS entre a redução de turmas e os 71M de diferença e depois arranje MIL DESCULPAS filosóficas ou esquerdistas para explicar esse quadro.

    É um desafio que lhe deixo… ou então os Abrantes têm mesmo razão!!!

  3. Dário Tavares says:

    Cidadão Carlos Alberto, isso não se faz!Então o nosso concidadão João José tinha novamente outra fotografia de uma galinha com dentes e o senhor vem estragar a foto com a Matemática. Não se faz. O senhor já devia saber que o senhor Joaõ José fica em extase quando descobre qualquer notícia que confirme as inverdades da ministra escritora de contos infantis sobre os custos do ensino privado. Agora descobriu este gráfico tão lindo e vem o senhor Carlos com a Matemática demonstrar que o gráfico, proveniente de fonte tão segura, está mal feito. Não está certo. Mas olhe cidadão João José, o melhor é partir para outra matemática. Não se esqueça de consultar os dados sobre a Parque Escolar. Vai ver que se esquece da maldade do Cidadão Carlos Alberto

  4. João José Cardoso says:

    Carlos Alberto, o filósofo dos números, não quer calcular a evolução do custo por turma da chulice? Ou o JMF não fez essas contas para as copiar? E não diga mal do governo que tanto vos tem dado a lucrar, não seja rico e mal agradecido…
    Quanto às sua peculiar forma de ler um gráfico lamento muito, mas até num colégio estava chumbado, à minha disciplina e não só.


    • Vai alguma confusão no seu raciocino caro Cardoso.
      1º não sou filosofo muito menos dos números (sou apenas um mero contribuinte, não trabalho para nada parecido com o Estado, e que apesar de tudo não acha os professores chulos)
      2º Deve ser defeito meu mas não sei quem é o JMF a que se refere mas se for o ex-director do Publico não sei onde ele fez alguma conta.
      3º Este governo a única coisa onde me deu lucro é que vos (funcionários publicos e não só) maltrata tanto que depois precisam dos meus produtos para ficarem com melhor aspecto.
      4º Não sei qual é a sua disciplina (até tenho medo que me diga que é de matemática, mas já acredito em tudo) mas a minha leitura do gráfico está correcta. Com o diria o seu (agora) amigo Sócrates: Lamento!

  5. Dário Tavares says:

    Cidadão Carlos Alberto
    Por acaso lá nos seus produtos tem pasta para dentes de galinha? Queria mesmo oferecer ao nosso cidadão João José uma embalagem!Há que cuidar do aspecto da galinha!


  6. E do ensino publico? Eh melhor não haver gráficos desses senão víamos que esse eh mais caro ainda!

    Ah.. esta esquerda caviar, que só gosta é de gastar…


    • Nesta altura ainda não tinham saído os dois estudos que demonstram o óbvio: o privado sai mais caro ao estado que o público. Espero que tenham enfiado o barreta bem abaixo das orelhas.

  7. Tiago says:

    Como as escolas têm à volta de 28 alunos, então o custo por aluno subiu para aprox 3800 por aluno.. que é mais baixo que o custo no privado… Não espera.. o publico custo 1000 €… (e o pai natal existe…)

Trackbacks


  1. […] Por João José Cardoso Deixe um Comentário Quando falamos de anterior governo e ensino privado falamos também disto, certo? Filed Under: curtas Tagged With: educação, ensino privado « Finalmente fui ao […]


  2. […] reforma, a da gestão das escolas,  e  de ter aumentado a privatização concreta através do tráfico de contratos de associação, para onde o Ministério Público deveria olhar com atenção. A prova dos nove chegou […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.