Lopes da Mota de patins

Este caso das pressões é intolerável! Em democracia um magistrado, que já esteve envolvido em coisas pouco claras no caso “Fatinha de Felgueiras” e, que agora tenta pressionar colegas, só tem um caminho. A demissão!
Este governo e o PS querem fazer-nos crer que tudo isto não tem uma leitura política, que é meramente administrativa, junta-se a todos os outros e vai para o saco do lixo e do esquecimento. Mas este homem foi nomeado por um governo socialista para um lugar internacional, como aparente paga do que fez no caso de Felgueiras, foi secretário de Estado num governo socialista e é membro do Partido Socialista.
O lugar que ocupa está no centro da ligação entre polícias o que o coloca no centro do caso Freeport. Por estes dias vai ter que dar andamento a nova carta rogatória da polícia. Que garantias dá este homem de isenção?
E insisto. Ele utilizou o nome do Primeiro Ministro e do Ministro da Justiça nas conversas que teve com os colegas que estão à frente do caso Freeport. Há testemunhas. Uma das testemunhas é um dos juízes mais reputados do país! E, das duas uma! Ou usou o nome dos governantes sem seu conhecimento e isso é um abuso de confiança punível criminalmente, ou os governantes tinham conhecimento.
Num caso ou noutro só há um caminho. A porta de saída! Não podemos calar que homens a quem entregamos funções tão importantes se comportem como pessoas que não são dignas! É a Democracia que se descredibiliza é o Estado de Direito que se desmorona! Demitam-se!

Comments

  1. Adalberto Mar says:

    Luís, adorei este artigo, qualquer dia transfiro a minha admiração e dedicação total à Cláudia para ti, se continuares a escrever assim , bem e original, e fresco, apesar dos teus 63 aninhos de frango! E desse modo seria o castigo indirecto de tudo aquilo atrás que se debateu ferozmente esta semana!!AH CARAGO DEUS É GRANDE! jejejej! OLHA ATENTOSINHO pois vem aí as minhas amigas todas em peso para o blog..e são bem o teu género…!! abraço

  2. Luis Moreira says:

    63 anos?Não há mulher nenhuma que diga isso!

  3. Adalberto Mar says:

    ISSO JÁ NÃO É COMIGO O CANÁRIO!


  4. De patins e, se possível, com um foguete. O problema é que parece preferir que o empurrem.

Deixar uma resposta