Um governo de cócoras

Lembram-se da recente zaragata entre o Sr. Cordeiro das Farmácias e a Ordem dos Médicos, tudo benzido pela Ministra da Saúde? As preocupações com os doentes, preços mais baixos etc e tal, depois soube-se que a ANF já era proprietária da segunda maior distribuidora de genéricos, os médicos porque querem manter na sua mão a exclusividade de receitar e escolher o medicamento (principio activo e marca), o SNS quer avançar com a unidose…
Pois, já aí está, um Projecto-Lei em análise junto dos interessados (os de cima e os mesmos de sempre) propondo a desregularização dos preços dos medicamentos. Quem ganha? As farmácias que vão poder vender ao melhor preço! Quem perde? O cliente, que só em teoria vai poder andar pela cidade à procura do melhor preço e nos casos em que só há uma farmácia, nem opções tem!
Já tinham percebido porque é que as corporações cá no burgo são quem verdadeiramente mandam? Porque os governos estão de cócoras perante os interesses corporativos instalados. O Sr. Cordeiro apareceu de voz grossa, a ministra entrou em conversações, o Sr. Cordeiro deixou cair a exigência (hipócrita, porque inadmissivel) de poder trocar a receita do médico, e o cliente vai pagar mais caro! É preciso um desenho?

Comments


  1. Não, Luís, infelizmente não é preciso nenhum desenho.

Deixar uma resposta