SNS / Saúde Privada

Esta questão é fatal como o destino.Os hospitais privados estão a enviar para os hospitais do Serviço Nacional de Saúde os doentes com patologias que requerem cuidados continuados e mais caros.
Os hospitais privados tratam os doentes até ao limite do Seguro de Saúde do doente. A partir daí o SNS que pague!
Este procedimento pode ser abordado por vários ângulos.
Antes de tudo como é que um hospital interrompe um tratamento a meio, gerando graves prejuízos para o doente sem que seja demandado juridicamente? É, óbvio, que em caso de doenças prolongadas, como o cancro, o hospital sabe à partida que o tratamento não se acomoda no limite do seguro. No mínimo, seria de não aceitar esses doentes, canalisando-os de imediato para o SNS.
Depois, é tambem incompreensível que o SNS, perante um doente titular de um seguro não se faça pagar ao abrigo da apólice.Quem não tem apólice de seguro não tem que pagar nada no SNS, como é evidente.
Para os que consideram que o SNS devia dar espaço à Saúde Privada, ficam a perceber, com esta realidade, que no mínimo, SNS/Saúde Privada são complementares, e com grandes vantagens mútuas.
A Saúde Privada alivia a pressão sobre o SNS, principalmente, em cirurgia e nas patologias agudas mas este, alívia a pressão sobre aquela, em tudo o que não dá lucro e que, pelo contrário, é um gigantesco custo social.
Quem julga que a Saúde Privada pode tomar o lugar do SNS tem aqui este exemplo ! Dirão que o Estado deveria ser “financiador” e não “prestador” de serviços .E os que acreditam no papel social insubstituivel do Estado, dirão que num país pobre e desigual, o SNS é um factor poderoso de inclusão social !
Lembro-me sempre que nos USA há 40 milhões de pessoas que não têm cobertura de saúde!

Comments

  1. Carla Romualdo says:

    Ora aqui está um tema fundamental. Um sistema nacional de saúde gratuito e de qualidade para todos é um direito essencial. Se alguém quer e pode pagar um seguro de saúde óptimo, está bem que haja um sistema de saúde privado que complemente o SNS (como diz o Luís), mas complementar não significa substituir. Temos assistido à degradação do SNS e à implementação de taxas moderadoras em muitos casos absurdas, e vai ganhando cada vez mais espaço aquele discurso da superioridade evidente dos modelos de gestão privada sobre a pública, que, como sabemos, é falacioso. Se não nos indignamos com a perda deste direito tão essencial não nos indignamos com nada.

  2. maria monteiro says:

    Isto quando médicos, enfermeiros, terapeutas, fogem para o privado (por causa da cor do dinheiro) ainda há SNS que resiste. Fez agora um ano que sofri um aparatoso acidente de carro (com três capotamentos), se bem que não me queixasse, em S.José passei horas a fazer exames e a ser observada – pois resumiu-se apenas a uma factura de cerca de 15€; No passado mês de Novembro acompanhei uma amiga, até ao seu falecimento, no PulidoValente (se fosse por ex. na Residencial do Mar pagaria balúrdios). Hoje uma amiga foi operada nos Capuchos, passei lá a manhã. O comum nestas três situações: profissionalismo, carinho, conforto, … que me/nos deram e… uma factura pequenina.O meu filho nasceu na CVP, o meu pai foi operado recentemente no British Hospital, claro que aqui funcionou o seguro de saúde. Posso garantir que a factura foi grande (porque as instalações também são em grande… beleza)


  3. A minha filha nasceu na Maternidade Júlio Dinis. Simplesmente fantástico!Uma amiga teve a filha numa Ordem privada do Porto. Problemas respiratórios imprevistos, logo à nascença, não havia incubadora e… partida urgente para a Maternidade Júlio Dinis. A filha, com 20 minutos de vida, enquanto que a mãe ficou na Ordem a pagar milhões. E este tipo de coisas é todos os dias.

  4. dalby says:

    MARIA MONTEIRO, FAÇA-ME UM FAVOR, ACEITE E JÁ O MEU CONVITE PARA CASAR, E PEÇA JÁ O DIVÓRICO, A SEPARAÇÃO..JÁ, POIS MELHOR QUE UMA VIDA SEXUAL ACTIVA, CARINHO E COMPREENSÃO, BENS MATERIAIS, É EU VER QUE DE HOSPITAIS PERCEBE VOCê! E AINDA POR CIMA TEM SEGUROS! VOCÊ É UM PARTIDÃO!! A JACQUES JÁ FOI, AGORA É TUDO MARIA MONTEIRO!

  5. maria monteiro says:

    vê-se mesmo que está com o humor do dia mundial da criança. Caríssimo “A” está com azar, pois eu sou militantemente mãe solteira


  6. Creio que o sistema privado pode ser um importante complemento do SNS e não um substituto. Um acrescento: Uma das causa para o encaminhamento de doentes de unidades privadas para os hospitais centrais deve-se ao melhor equipamento destes últimos. A saúde privada é um negócio e para a maior parte das unidades não seria rentável adquirir equipamentos de elevado custo e utilização menos frequente.

  7. Luis Moreira says:

    isto alerta-nos para uma questão que está na cabeça de quem sempre fez negócios sem risco nenhum.Os privados querem, na verdade, que o governo pague, e deixe de ser prestador. Os doentes somos nós todos (potencialmente) e os privados é só facturar. E outra questão é que quem presta cuidados de saúde são os mesmos grupos que fazem os seguros. Este negócio, a realizar-se, só é batido em lucros pelo tráfico de armamento e de droga! Temos que defender o SNS ! Sim à complementaridade com os privados!

  8. Luis Moreira says:

    Carla, defender o SNS gratuito e universal é que é defender a igualdade de direitos.E cá estamos de braço dado…

  9. Carla Romualdo says:

    Cá para mim, a saúde, a educação, a não discriminação e a igualdade de oportunidades configuram aquilo que são os direitos humanos essenciais e, desde esse ponto de vista, não vejo diferença entre a igualdade de direitos entre hetero e homossexuais e o direito a um serviço de saúde gratuito e de qualidade.

  10. Luis Moreira says:

    Claro, no hospital temos o direito de sermos tratados a partir do momento que estamos doentes. Não por existirmos.Por estarmos doentes.No casamento tambem é assim, podemos casar com um humano de sexo diferente.Nada de discriminação.Se não estiver doente tambem não pode ser internada num hospital.Nada de discriminação. Eu posso ter direito a entrar para uma escola básica? Não ,por não ter idade. E na faculdade ‘Não, por não ter o CV necessário.E casar? sim,se for com um ser de sexo diferente.Não há direito nenhum que não esteja enquadrado pela constituição e pela Lei! Não há discriminação nenhuma em relação aos homossexuais.

  11. Luis Moreira says:

    A igualdade de oportunidades que não existe em país nenhum, é o verdadeiro diapasão da igualdade entre os cidadãos. Aí sim, há desigualdade porque perante a sociedade,a Lei e a Constituição há discriminação, porque se é pobre, porque não se conhecem as pessoas certas, porque se é negro, porque se é chinoca, porque se é doente, porque se é gay…

  12. dalby says:

    EU ESTOU CONVENCIDO QUE O LM VAI ACABAR BEM ACOLHIDO, AOS 75 ANOS, NUMA CASA DE 3ª IDADE DE LUXO, GAY! DEUS É GRANDE! E QUEM LHE VAI MUDAR AS FRALDAS VAI SER UM GARANHÃO NEGRO, FORTE, ACTIVO , DOMINADOR E QUE GOSTA DE DADDYES!!!!eu já a contar…faltam 786 dias, 785…784…!!!!!

  13. Carla Romualdo says:

    Luís, tem-se o direito de ser atendido num hospital se e apenas se existe essa necessidade, é óbvio. Eu não defendo o direito ao internamento compulsivo e desnecessário. Dizer a um homossexual “olha, não podes casar-te com o teu companheiro de há vinte anos, mas podes fazê-lo com qualquer mulher que te aceite como marido” não me parece uma verdadeira igualdade de direitos, que quer que lhe diga.

  14. dalby says:

    canção nº 13: CARLA ROMUALDO vingt points, Charla Romeualdo twenty pointschanson nº 11: Louis Small: deux points, Louis Biton 2 points!!!good evening lisbon, here it was the voting of Oporto jury, bonsoir!

  15. dalby says:

    mas oh carla, desculpe lá eu representar agora no meu seguinte comentário, o LUis, mas como ele anda um pouco cansado com estas «modernices» todas eu vou RESPONDER POR ELE: «OH CARLA, É CONTRA A NATUREZA, É CONTRA O PRINCIPIO BIOLÓGICO, E CONTRA A LEI E O ESTADO»! PRONTO, EU SOU MODERNO E RESPEITO-OS, SE QUEREM ANDAR E VIVER JUNTOS TUDO BEM, MAS CASAR É SÓ PARA MIM E OUTROS IGUAIS, QUE AS ADORO, OH SE AS ADORO, AQUELE MULHERIO TODO A PASSAR, E EU NA ESPLANADA A VER….E A DESEJAR! LUIS APARADO!

  16. Adalberto Mar says:

    A GRANDE PARÓDIA AFINAL NÃO FOI INVENTADA PELO G BUSH!!! QUAL QUÊ!! EU NEM TINHA VISTO BEM A FRASE DO GÉNIO ALI ACIMA:«Não há discriminação nenhuma em relação aos homossexuais»!!.MAS O HOMEM AFINAL NÃO ESTÁ BEM OU SOFRE DA MESMA DOENÇA QUE O GOVERNO, POR TENTAR FAZER ENCADEAMENTOS RACIONAIS QUE LEVEM A UMA APARÊNCIA OU APARENTE REALIDADE QUE NÃO SE CONCRETIZA NA PRÁTICA!! AH AII ELE, MEU BOM POVO NÃO ESTÁ BEM, EU NESTE MOMENTO, SOU A FAVOR DO INTERNAMENTOCOMPULSIVO, ANTES QUE ELE DIGA QUE OS BÉBÉS VÊM PELA CHAMINÉ ABAIXO!!

  17. Luis Moreira says:

    Carla, é capaz de me dizer qual são as vantagens, sociais, materiais, que o casamento trás aos gays, agora que já lhes foi reconhecido a “união de facto” e o enquadramento jurídico da propriedade? O nosso amigo r, já descobriu que o PS está a utilizar (miseravelmente) esta questão para arregimentar mais uns votos á esquerda e junto da gente mais nova.Ali na Jugular há muito que se trabalha para não se discutir o desemprego …

  18. Luis Moreira says:

    Darby, nunca me verás atacar os gays. Eu estou a defender o casamento tal qual o conhecemos, coisa bem diferente!

  19. Carla Romualdo says:

    Luís, a mim não me parece relevante saber quais são as vantagens ou estar de acordo com essas elas. O que me parece é que, se estas pessoas querem casar, ainda não vi nenhuma razão válida para negar-lhes essa possibilidade.

  20. dalby says:

    ELE JÁ ESTÁ A «SUCUMBIR CARLA» MAS RESPONDA-LHE!! ELE JÁ ESTÁ DESESPERADO A IR BUSCAR «AJUDA» E CIMENTO PARA MANTER AS SUAS IDEIAS E SUPOSTAS MORALIDADES A COISAS TERCEIRAS:EU DIGO JÁ ANTES DA CARLA A MINHA RESPOSTA:AQUI NÃO SE TRATA DE VANTAGENS E DESVANTAGENS SOCIAIS, QUE AS EXISTEM E MUITAS, MAS SUPERIOR A ISSO TUDO, FALA-SE DO DIREITOOOOOOOOOOOOOOOOOOO… DIREITOOO A SEREM CIDADÃOS DE 1ª , NUMA INSTITUIÇÃO SUPER IMPORTANTE A NÍVEL MODELADOR, COMO E O CASAMENTO, A NÍVEL SIMBÓLICO É GIGANTE.E PORQUE NÃO ENTÃO ACABAR COM O CASAMENTO HETERO DE VEZ E DIZER O MESMO A TODOS OS QUE QUEREM CASAR, SENDO HETERO, QUE PODEM UTILIZAR A UNIÃO DE FACTO? VÁ DIZER ISSO AO PESSOAL, OU ISSO JÁ É ARROJADO DEMAIS?..NÃO UTILIZE INDIRECTAMENTE E DE UMA MANEIRA MENOS PRÓPRIA, MAS MUITO «ESPERTALHONA» O QUE O NOSSO AMIGO R DISSE.!! AS INTENÇÕES DO NOSSO AMIGO R, MEU CARO LUISINHO «ESPERTALHONA» NÃO SÃO, NEM SE REVESTEM DAS FUNCIONALIDADES E DAS FINALIDADES QUE LHE ESTÁ A DAR AQUI NESTA RESPOSTA! ELE QUER DIZER QUE O PS PODE NAO TER SIDO TAO SINCERO, MAS O R MANTÉM QUE É A FAVOR DO MATRIMONIO GAY, E MAIS, SE O PS POR UM MOTIVO DE ELEIÇÕES ESTÁ A DIZER QUE É A FAVOR, POIS SÓ HÁ QUE APROVEITAR,,,O MESMO FEZ HARVEY MILK, MARTIN LUTHER KING, MADDONA, OBAMA, ETC APROVEITARAM-SE DO TEMPO E DAS CIRCUNSTÃNCIAS PARA CHEGAR LÁ!….MAS OS GAYS SÓ TÊM É DE APROVEITAR, ENTÃO, A SITUAÇÃO E PEDIR MAIS E MAIS..E NÃO LUIS, NEM SÓ OS JOVENS SÃO A FAVOR..EU ENTREVISTEI FAMILIAS INTEIRAS QUE RESPEITAM, E JÁ SE SABIA QUE O MATRIMÓNIO GAY TERIA DE VIR DO PS OU DO BE..DOS OUTROS NEM PENSAR!!LUÍS, EM POUCOS MESES VAI MUDAR DE OPINIÃO, GARANTO-LHE!!!

  21. dalby says:

    MAS PORQUE RAIO A GENTE ESTÁ AQUI NESTE POST SOBRE «SAUDE PUBLICA/PRIVADA» A DISCUTIR O CASAMENTO GAY, ENQUANTO NOS POSTS DEDICADO A ISTO DICUTIMOS A CULINÁRIA?? MAS SERÁ QUE NÃO HÁ MÃO DE BENZEDEIRA XANGRILA´NISTO??!! IT S NOT NORMAL NOOOO!!

  22. Luis Moreira says:

    Exacto, a visão que eu tenho do problema assenta tambem no facto de achar que é pior perder o casamento tal qual está e, muito menos, a questão se relacionar com os gays.Era aí que eu queria chegar.É por isso que estamos numa democracia.Eu continuo a dizer, que no que me diz respeito este assunto, só lateralmente, tem a ver com os gays.O que eu discuto é o casamento!

  23. Luis Moreira says:

    Dalby, meu jovem amigo, acabar com o casamento e lançar as pessoas na união de facto foi o trabalho mais consistente e mais eficaz de quem luta agora por ele para os gays.Sabes que para essas pessoas “fracturantes” o casamento já foi coisa do demónio, coisa para abater.

  24. Luis Moreira says:

    Dalby, o que noto é que a partir do pedido de casamento que fizeste à Maria Monteiro ela desapareceu. Maria, volte que nós gostamos de si assim, feliz e solteira…


  25. Luís,Passando ao lado dos «chinocas» (que presumo serem os chineses), és capaz de me dizer quais são as vantagens, sociais, materiais, que o casamento traz aos heterossexuais?

  26. Luis Moreira says:

    Espero que percebas que “chinocas” foi no sentido que estas questões se colocam às minorias, nada de discriminação. O casamento é um conceito que reconhece perante a sociedade, e a Lei que duas pessoas de sexo diferente, têm um contrato estabelecido quanto à sua vida em comum,à propriedade e aos filhos. Há direitos e obrigações decorrentes do casamento que não se encontram em mais nenhum quadro contractual.Sabes que a minha família nunca me deixou exercer a minha profissão de economista e Gestor de Empresas sem que antes pediisse o divórcio? Devido à solidariedade obrigacional que o casamento implica?

  27. dalby says:

    ok…só uma coisa meu caro luis, MOI, jovem ??só se for de alma, de coração, de corpo, de coragem, de inteligência, de criatividade, de originalidade, se outras coisas….porque… bem ..de idade, hummm.. ainda podia ser seu filho se você fosse em young um homem, digamos carente caliente e sedento..que tivesse começado muito nos teens!!! NAO SOU JOVEM JÁ!! ISTO PORQUE VOCE DISSE ACIMA «JOVEM AMIGO»!QUAL JOVEM QUAL QUÊ! ESTOU JA MADURINHO! ABRAÇO E PARA MIM CHEGA DE CASAMENTO GAY! VENHA O DIVÓRCIO GAY, PARA MUDAR DE ASSUNTO!

  28. maria monteiro says:

    LM, eu estou por aqui só que às vezes é fora de horas.Legislar por legislar resolve um acto mas não cria regras de boa educação, de civismo, de saber estar, de viver e conviver com os outros. As pessoas dizem que sim mas também, mas depois são más, gozam, mandam bocas e claro que isso incomoda… Dou-lhes um exemplo: encontrei uma dúzia de “santas senhoras” reunidas no jardim aqui na paróquia que frequento. Como sempre faço aproximei-me e perguntei-lhes se estavam a fazer algum comício para votarem dignamente no domingo… é que eu sempre podia ajudar e, como já percebi que para elas falar de comunismo é como falar no diabo, lá vou falando no BE e a coisa até vai….Afinal não era nada disso – estavam indignadíssimas com uma entrevista de MLGoucha e mostraram-me. Que pouca vergonha, querem lá ver isto…. Indignei-me. Eu que raramente vejo televisão tive que lhes dizer das boas, e rematei que ele era muito mais digno e humano que qualquer uma delas que pouco mais faziam a não ser criticar. Tive a coragem de lhes dizer que rezam só de boca e não com o coração.

  29. maria monteiro says:

    LM, comprei o filme “O caçador” e já vi… . O livro “Morte sobre Saigão” pois já não existe no mercado normal, um dia destes vou procurar nos alfarrabistas

  30. dalby says:

    Maria éMe eu nao queria ter sido uma das velhotas à porta da Igreja, você é terrível! É pior que a minha mãe!

Deixar uma resposta