A propósito da Feira do Livro

O doutor Lasalle, médico experiente mas nem por isso menos intrigado com aquele estranho caso, resolveu chamar-lhe A Metáfora. E nenhum outro epíteto seria mais conveniente para Kurt Crüwel, um homem que, “no sabiendo cómo evidenciar su rechazo ante lo que sus sentidos le mostraban, había optado por una solución drástica: suspender sus vínculos com la realidad”.

Um jovem alfaiate alemão, presa de um momento histórico atroz, participa na investida das tropas nazis sobre uma França derrotada. Em 1941, em Mieux, na Bretanha, assiste a um massacre perpetrado pela sua companhia. Perante o extremo horror, o seu corpo perde a capacidade de receber os estímulos do exterior e encerra-se no refúgio da imaginação e da memória. Insensibilidade física e espiritual em resposta aos horrores do mundo. Uma bela metáfora deu origem a uma interessantíssima novela de Ricardo Menéndez Salmón: La Ofensa.

Comments

  1. dalby says:

    Apesar da «sensibilidade» e do ’touch’ ainda prefiro o Christophe e o «oh mon amour»!!!

Deixar uma resposta