Helena de Lisboa

O Movimento de Cidadãos por Lisboa acolheu-se nos braços do PS nestas últimas autárquicas, o que foi para mim uma grande desilusão. Mas parece que nem tudo está perdido.

Recebi hoje por mail a notícia de que o Movimento apresentou a todos os partidos da oposição a reivindicação de anularem na Assembleia da República o contrato dos Contentores de Alcântara, acordado ente o governo de Sócrates e a Mota-Engil. Este contrato, chumbado pelo Tribunal de Contas, que enviou o relatório para o PGR, é um verdadeiro assalto a Lisboa, desde o número de contentores permitido até aos 30 anos de prazo, aos 600 camiões que terão de entrar em Lisboa numa das principais entradas de Lisboa, às obras caríssimas de abaixamento da rede ferroviária de Lisboa/Cascais, que vão obrigar a desviar o caneiro de Alcântara. E todas estas obras são pagas pelo contribuinte.

A Helena Roseta diz que a sua vida política responde pela sua independência. Também temos as presidenciais e a vontade secreta de Sócrates deixar apeado Manuel Alegre, é pois muito possível que Helena não deixe morrer o Movimento. Para já, está a prestar um grande serviço a Lisboa e ao país!

Vamos então, ver como se comportam os partidos com assento na Assembleia da República neste caso concreto que tanto criticaram!

 

Texto de LUIS MOREIRA

Comments

  1. maria celeste ramos says:

    Alguém se está a “apropriar” de trabalho feito por outros (em que me incluo) e que tem a ver com o PUA (Plano de urbanização de Alcântara) que não é bem isto – é outra coisa e alcântara e o seu caneiro (uma bestialidade nul aluvião e zona sísmica) já são um drama de que Rosetas não sabem nada (perguntem o que lhe sucedeu quando presidente da CM de Cascais em 1983) e como resolveu com CIMENTO as inundações catastróficas ++ etc – não – ser deputado não é logo saber tudo de que falam

Deixar uma resposta