FCPorto – 2, Apoel – 1

.

HULK MARCOU, ATÉ QUE ENFIM!

.

.

.

O mais importante do jogo, para além da vitória do FCPorto, foi o facto de Hulk acabar por marcar (dois golos) e também o de Mariano receber cartão vermelho directo, a quinze minutos do fim do jogo.

Depois de ter começado a perder (com um auto golo de Álvaro Pereira), o FCPorto deu a volta ao resultado, empatando ainda na primeira parte, e começando a segunda com o penalti que o colocou a vencer.

Durante largos minutos, só se jogou no meio campo cipriota. Até à expulsão de Mariano, os homens de Chipre quase não tinham rematado à baliza de Helton.

Falcão, não marcou desta vez, Rodrigues fez um grande jogo e Hulk não parou. É incrível, a capacidade física deste jogador. Tem velocidade e tem técnica suficientes para vir a ser um grande jogador. Falta-lhe só saber tomar as melhores opções durante o jogo. Muitas jogadas se perderam pelas suas más opções.

O jogo acaba muito morno, com o Porto a gerir o resultado. A missão foi cumprida.

No outro resultado do grupo, o Chelsea goleou o Atlético de Madrid por quatro golos sem resposta.

.

Comments


  1. E os comentadores que dizem que Huk precisa do tempo certo! para quê? Para ser como os outros?

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.