E se a Alemanha sair do Euro ?

E voltar para o seu Marco alemão, forte, consistente e não ter que andar a segurar países que não fazem o trabalho de casa?

As sondagens dão acima de 70% dos Alemães a quererem sair do euro a que há a somar-lhe os USA que nunca viram, nem vêm, com bons olhos uma moeda forte a disputar-lhe a primazia de moeda mundial e a valer mais que o seu dólar.

Os avultados montantes de moeda que estão a ser injectados na economia podem originar daqui a uns anos uma hiperinflação que acaba com o resto das economias e das finanças dos países mais endividados. Nessa altura a Alemanha paga novamente a factura?

Há, evidentemente, problemas imensos que se colocarão no caso de acontecer o regresso às moedas nacionais, o maior dos quais, será a desvalorização dos activos que estão cotados em euros. E a própria Alemanha deixa de ter um mercado de 400 milhões de pessoas para a sua super balança comercial, embora, nada que não consiga equilibrar a exportar para países emergentes e com economias a crescer.

Infelizmente, se em termos de economia todos estão avisados, em termos políticos, que foram as verdadeiras razões que levaram os pais da UE a ver longe, as incertezas e a violência que sempre caracterizaram o centro da Europa, podem estar de volta.

O aprofundamento da coesão política da Europa exige, que os actuais 1% do PIB, como contribuição para o Orçamento da Europa, suba para perto dos 7% ! Não vejo a Alemanha a largar mão de uma tão grande fatia do seu Orçamento e do seu poder !

Isto de porreiro não tem nada, pá!

Comments

  1. Frederico Mendes Paula says:

    Provavelmente os europeus começam a ver a asneira que foi a criação da União Europeia. Os do Sul pensavam que iam ficar ricos como os do Norte, mas afinal foi o contrário. Destruiram as suas economias e tornaram-se nuns simples consumidores dos que produzem em excesso e agora estão cada vez mais pobres. Os do Norte pensavam que dominar economicamente os do Sul era suficiente para valer o esforço de os subsidiarem e agora vêm que não. A União Europeia é uma união artificial e desigual, uma aventura condenada ao fracasso.

  2. Luis Moreira says:

    Isto está a afunilar e se calhar andaram depressa demais. 70% de Alemẽs a quererem sair do euro, com os Ingleses de fora e os US a fazer força, isto cai como um baralho de cartas.

  3. rg7803 says:

    isso é tudo muito verdade e muito giro, pá…só te esqueçes de 2 ou 3 detalhes Luis:
    -o mundo mudou muito em 20 anos, pelo que não podes comparar realidades passadas com actuais
    -uma coisa é o que o povo alemão deseja, outra é o que lhe será mais conveniente no médio-longo prazo,
    -e por ultimo, o aspecto mais relevante, o que vale actualmente a economia alemã sozinha no contexto mundial? menos que a russa, muito menos que a brasileira ou indiana, e muitissimo menos que a chinesa….em portugues corrente, uma cagadela de mosca…
    os alemães vão continuar a “miar” sobre os cretinos do sul, mas no fundo sabem que, neste caso, mais mal acompanhados que sós…

    • Luís Moreira says:

      Pá, a Alemanha vale muito , mas tambem é verdade que a luta futura vai ser entre continentes e não entre países.Mas olha que não é tão pequena como pensas, não esqueças que está na frente em investigação e tecnologia, e é aí que está o poder das economias, não é em pontes nem em TGV…


  4. Apenas uma questão: o fim do Euro, implicará o retrono das moedas – ou de grupos de moedas nacionais -, com as desvalorizações, custos de mão de obra mais barata, etc. Assim sendo, não enfrentará a Alemanha deslocalizações para esses países onde se produzirá com mais lucro? E esses países, não tendo dinheiro para comprar todas as luxuosas inutilidades germânicas – Mercedes, Audis, BMW, etc, etc -, não se virarão para bens de consumo mais acessíveis? A Alemanha terá que repensar a situação, mas depois das eleições de domingo, talvez regresse a sensatez.

Trackbacks


  1. […] This post was mentioned on Twitter by Blogue Aventar. Blogue Aventar said: E se a Alemanha sair do Euro ?: E voltar para o seu Marco alemão, forte, consistente e não ter que andar a segurar… http://bit.ly/aAjXlU […]

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.