Governo – A táctica da jibóia

Desperto para o problema após açoites continuados dos principais parceiros europeus, Sócrates, bem ao seu estilo, ensaia a táctica da jibóia. Vai apertar tanto Passos Coelho que o esmaga e o deglute em três tempos.

A primeira manifestação teve-a logo na primeira reunião com o líder do PSD quando  no mesmo dia os seus ministros enviavam para a sociedade sinais contraditórios. Os megainvestimentos seriam reanalisados mas no dia seguinte assinava uma qualquer autoestrada no centro do país com o seu amigo Jorge Coelho e dois dias depois o TGV de Poceirão.

Se Passos Coelho deixa passar a imagem de que os custos da situação não são contrabalançados por medidas estruturais, acaba num “abraço de morte” de que não sairá incólume. Se Sócrates pode fazer a mesma política de braço dado com o PSD que razões há para mudar? Se pode partilhar com Passos Coelho os custos de uma política desastrada, autista, que levou o país esta lamentável situação, não hesitará um segundo.

O líder do PSD deve contribuir para uma solução, mas afastando-se, ao mesmo tempo, desta política que o PS desenvolve há dez anos e que teve como resultado um país mais pobre e mais injusto.

Comments

  1. Luís Rodrigues says:

    Seja o PSD, seja o PS… com a ajuda do CDS… o objectivo é sempre o mesmo, o que pode mudar são os atalhos.
    Um dos objectivos destes partidos é deixar intocável o enriquecimento através da especulação e da exploração do da mão-de-obra.
    Falou-se da tributação das mais valias bolsistas, mas não se explicou ao Zé povinho que não são todas as mais valias que são tributadas; Sendo que as mais valias que são conseguidas através de fundos estão intocáveis e confidenciais…
    e quem usa esses fundos? Não é o Zé povinho, são os banqueiros, amigos e suas empresas…
    Uma das coisas muito simples que estes senhores do PSD, PS e CDS ainda não explicaram… porque é que o Zé povinho tem que pagar todos os anos o imposto da sua casinha, que ainda está a pagar ao banco… enquanto as grandes empresas dos banqueiros constituem SGPS, alocam a essas empresas o seu património enorme de imóveis e NÃO PAGAM UM CÊNTIMO DE IMPOSTO SOBRE ESTES IMÓVEIS?
    Será que alguém sabe-me explicar a lógica…

  2. Luis Moreira says:

    Ninguem sabe meu caro, e tem toda a razão mas em democracia é assim. PCP e o BE quando tiverem votos vamos ver o que acontece. Por onde andaram partidos irmãos foi muito mau!

  3. Pedro Rocha says:

    O Zé povinho não é parvo. Dos poucos que ainda percebe isso, Mário Soares vai escrevendo crónicas interessantes no DN. A verdade é que ninguém acredita que se possa fazer melhor, a alternativa PPC continua a não ser credível, PP já se percebeu o que fez quando passou pelo Governo e que se pode classificar de assalto descarado ou mesmo pilhagem, os outros não passam de blufs, mesmo o BE não se consegue assumir e não temos movimentos de cidadãos com capacidade mobilizadora. Não há alternativa a este PS com Sócrates que continua a ter coragem e capacidade para enfrentar os obstáculos que se lhe vão deparando.
    O sr. Silva é a desgraça das falsas notícias e outros comportamentos que não abonam a favor do cargo que ocupa. Não lhe coneço uma única palavra ou expressão, após a reunião importante que sponsorizou com os nove magníficos, sobre a necessidade de se regular os mercados, esse sim um problema que afecta os portugueses e não só.
    Por vezes, o sr. silva e os amigos fazem lembrar o bastonário dos advogados apoiado na maioria dos pares e enxovalhado pelos tubarões que manipulam as contas públicas deste país.
    Não vale a pena deitar uma lágrima pelo pobre PPC quando este sofrer o abraço da Anaconda socialista.

Trackbacks


  1. […] This post was mentioned on Twitter by Blogue Aventar. Blogue Aventar said: Governo – A táctica da jibóia: Desperto para o problema após açoites continuados dos principais parceiros europeus… http://bit.ly/d7y69a […]

Deixar uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.