Mente!

Data:

28.02.2014

«O Turismo de Portugal está a implementar um plano de crescimento do fluxo de turistas do mercado russo, estando neste momento a trabalhar em articulação com o operador turístico líder na Rússia, o Natalie Tours. (…) Até 4 de março, as 250 principais agências de viagens da Natalie Tours estão no Algarve a participar no 1.º congresso geral organizado no nosso País, onde vão conhecer as potencialidades turísticas da região, mas também de Lisboa. (…) Para o presidente do Turismo de Portugal, João Cotrim de Figueiredo, este evento, ”para além de constituir em si mesmo uma ação relevante e de interesse para o Turismo, dada a sua dimensão e força de venda dos participantes, irá originar um forte impacto positivo nos fluxos turísticos da Rússia para Portugal.” Recentemente, o Governo reforçou e alocou mais meios aos serviços de emissão de vistos de turismo e dos vistos gold, que dão termo de residência em Portugal, de forma a atrair mais turistas, sobretudo de mercados como a Rússia. Este reforço consiste numa partilha de meios técnicos e humanos do Turismo de Portugal, sendo os encargos financeiros suportados pelo Instituto. (…) A Rússia é um mercado emergente estratégico para o turismo nacional, dado o seu elevado poder de compra (…)»

Não fui eu que o disse, foi o próprio Turismo de Portugal há oito anos. A realidade, ao que parece, não se apaga.

Nisto das associações aos vistos gold, afinal, quem mente?

Fotografia: Bruno Simão/Negócios

Ideias, Interesses, Instituições

Os vistos gold, criados em 2012 para “captar investimento estrangeiro”, foram, desde então, um sorvedouro de corrupção, borlas fiscais e lavagem de dinheiro de bons rapazes vindos dos bons regimes russo, angolano ou turco.

Argumenta a direita que os mesmos capacitaram Portugal com mais 6,3 mil milhões de euros. Mas onde estão esses milhões? Ao que parece ninguém sabe, ninguém responde.

Ontem, BE e PCP propuseram acabar com este regime de borlas a uma elite específica que usa Portugal para lavar cifrões; todo o Parlamento chumbou a proposta. Curioso? Nem por isso.

Quando neo-liberais e proto-fascistas insistem em cortar subsídios a pobres, conseguem, por contrário, defender os subsídios dados a ricos e a muito ricos. Nunca esconderam para que servem e por que é que cá estão. Não será agora que o farão, com esta nova direita (que não é nova) radical e extremista.

A curiosidade fica por aqui, se atentarmos no facto de que BE e PCP são capazes de ser os únicos partidos com assento parlamentar que não recebem um cêntimo dos Mellos, das Sonaes ou das Motas Engis. Por isso, quando PS, PSD, IL, CH ou CDS te disserem que defendem os teus interesses, lembra-te disto.

E, assim, faz tudo muito mais sentido.

Dizem que um homem não chora

…até lhe tocarem no ordenado.
O homem que chora porque o patrão não lhe pode pagar mais do que trinta e oito milhões de euros por ano. Há cada injustiça neste mundo… 

Anedota

Pai, tenho uma confissão a fazer.
Então? O que se passa? Senta-te aí.
Não é preciso. Isto é rápido.
— OK.
Pai, fui condenado a dois anos de prisão efectiva por branqueamento de capitais.
— Branqueamento de capitais?
— Branqueamento de capitais.
— Branqueamento de capitais?
— Sim, branqueamento de capitais.
És bom aluno?
Não. Aliás, nunca fui.
Trabalhas?
Não!
Tens carro?
Não…
Tens casa própria?
Não. Moro em tua casa.
Então, não foste condenado por branqueamento de capitais, foste condenado por lavagem de dinheiro!

Foto: Ricardo Lopes (https://bit.ly/3xE3JYO)

Conversas vadias 14

Desta a vez a vadiagem foi num tom um pouco mais sério, fruto das circunstâncias e, também, dos vadios, – António de Almeida, Carlos Araújo Alves, João Mendes, José Mário Teixeira e Orlando Sousa -, que falaram sobre buscas, testes, lavagem de dinheiro, TVI, Rui Moreira, Selminho, comunicação social, justiça, Espanha, Ceuta, migrantes, Marrocos, cessar-fogo, Israel, Hamas, Palestina, Irão, história e provocações.

Aventar Podcast
Aventar Podcast
Conversas vadias 14
/

Lava Jato: 15 acusados

viraram hoje réus.
[Folha de S. Paulo]

1000

Chelsea despediu o treinador

Isto não seria propriamente uma notícia.

Tal como não será novidade que o Mister da cadeira de sonho, André Villas-Boas, estava de partida de Londres.

O mais espantoso é o que isto significa. O Chelsea arranca com um projeto inovador de tornar milionários todos os portugueses. O processo é simples e está, finalmente, em fase de concretização: começou com Mourinho, depois com Scolari – na Rússia pensavam que ele era português – e agora com o Villas-Boas.

O milionário Russo vai contratar, um a um, todos e cada um dos portugueses. Ao fim de uma semana despede-os e depois é só pagar a indemnização.

Desta forma Portugal sairá da crise e estaremos de volta aos mercados ainda antes do fim do ano.

Está confirmado que eu serei o próximo. Ou não.

Vetar e promulgar leis de lavagem de dinheiro

Cavaco Candidato

Um ano e meio dá para voltas de 360º (como por vezes por aí se diz em béd-math). Como se aqui mostra, dá inclusivamente para promulgar a lei que regerá a própria campanha eleitoral.

[Read more…]