Incêndio em directo

Fotografia: Pedro Nunes/Lusa@Expresso

Eram 04:30h, mais coisa, menos coisa, e vários canais continuavam a transmitir imagens do incêndio que lavrava na Serra de Sintra. Havia câmaras entre mangueiras, coadjuvadas por jornalistas esbaforidos, e relatos emocionantes sobre a proveniência dos meios de combate. Porque a exploração mediática do negócio dos incêndios não tem limites. É showbiz.

Sintra e a limpeza dos caixotes do lixo na via pública

Já que vamos ter eleições autárquicas, este é o momento certo para falar de problemas locais. O que se vê na foto é uma das manchas de sujidade deixadas na via pública devido à largada da água de lavagem dos caixotes do lixo na via pública. Esta realidade no concelho de Sintra está documentada pela presença destas manchas ao lado de cada contentor do lixo e por um cheiro particularmente nauseabundo em dias mais quentes. Tem vindo a acontecer no mandato de Basílio Horta, com a permissividade da Câmara face a esta prática da empresa municipal de Sintra responsável pela recolha do lixo.

Há aqui uma questão de saúde pública e outra de ética. A primeira reside, obviamente, na contaminação dos solos e do ar com resíduos em decomposição. E a segunda decorre da dualidade de critérios a que estão sujeitos os cidadãos e o Estado, onde os primeiros já teriam o Ministério do Ambiente à perna devido a actos desta natureza.

Sintra resolve – a ver vamos.

sintra resolve

Há dias, juntamente com a conta da água, recebi um panfleto da parte da Câmara Municipal de Sintra, no qual Basílio Horta, presidente deste município, anuncia uma app chamada “Sintra Resolve”. Diz que, com a nossa ajuda, ajuda-os a resolver e que juntos podemos mais. Excelente. Que tal começar logo com a factura da água? Então as leituras de contador têm que ser feitas num dia exacto, uma vez por mês? Será que lá pela CMS as tecnologias da informação se ficaram pelo livro de reclamações e ainda não chegaram à facturação?

[Read more…]

Copos de água a 10 cêntimos na Segurança Social de Sintra

Mau por si só, mas ainda pior num local onde quem frequenta está em débil situação financeira, como desempregados e reformados.

Será que passam factura? Como se sabe, é obrigatório.

Uma crónica a ouvir pelo actor Guilherme Leite, no seu canal Saloia TV.

Eléctrico de Sintra

eléctrico

© C.M. Sintra (http://bit.ly/28M7IMT)

Hoje, ficámos a saber que o «novo horário de verão do eléctrico de Sintra entra vigor [sic] a 22 de junho e estará em funcionamento até 4 de setembro».

Exactamente: o eléctrico. Acordo Ortográfico de quê e de quando? Efectivamente.

eléctrico2

O crime compensa (novamente) e de que maneira!

Tribunal suspende por tempo indeterminado demolição da casa de ex-autarca. Podridão absoluta.

Maldito Laxismo!

Domus Iustitiae«Ando arrepiado com duas sentenças de tribunais – de Gaia e Coimbra…»

Ganhar e perder

Post escrito a 9 de setembro.

Ganhar e perder eleições

Para o PC a coisa é simples porque tem sido sempre assim desde o 25 de Abril – na noite eleitoral cá estarão para segurar o enorme triunfo da classe operária. Mas, tirando esse detalhe histórico, há mais para perceber daqui a uns dias (23).

O PSD está em pânico porque o castigo ao pior governo dos últimos 40 anos pode ser brutal e nem os Dinossauros o podem salvar. Da parte do António José Seguro a linha é clara: mais votos.

Percebo que o PS não se estique muito para não ter desilusões, mas será que é um excesso considerar como uma vitória a possibilidade de ter as três maiores autarquias do país: Lisboa, Sintra e Gaia?

Regaleira