A onda dos fiascos

Tudo com uma mão cheia de ministros e televisões a condizer.Como sempre não só não éramos tecnicamente capazes como estávamos na frente,a nível mundial.A coisa promete, vejamos: i)50 mil milhões de euros é quanto Portugal poderá ganhar, no mercado mundial da energia das ondas, caso não se atrase na criação de um cluster industrial neste domínio.ii) 40 mil postos de trabalho poderão ser criados em torno da energia das ondas, dos quais 4 000 quadros superiores e 400 de investigadores iii)17 empresas e instituições são já associadas do Centro da Energia das ondas,fundado em 2003 iv)45 anos é o prazo de concessão do parque-piloto de São Pedro de Moel à REN.O resultado, na prática? Mário paulo da REN “…não tivemos nenhuma resposta do governo…” Ou seja ” …não há nenhum contrato assinado” Porquê?”…não faço a mais pequena ideia!” Um dos industriais interessados “…O ministro colocou tanto entusiasmo no assunto que quase nos convenceu de que agora era mesmo a sério,que Portugal iria mesmo desempenhar um papel de relevo mundial no sector da energia oceânica.Afinal talvez não seja bem assim!” Temos tudo, as melhores condições naturais, as melhores ondas, um mar profundo a poucos Kms da costa,fabricantes interessados, investidores,industriais …só falta a tecnologia!!!Isto é , tudo o que temos já cá estava!É preciso apoiar a investigação financeira e cientificamente, trabalho do governo, mas isso não anda!Mas o TGV vai a nove, é só comprar lá fora…

Comments


  1. é dificil ser optimista com histórias como esta…

  2. Carlos Fonseca says:

    Luís, tudo o que referes corresponde à propaganda sem limites e falta de vergonha do governo. O mais preocupante é que ainda há quem acredite e, por isso, muita gente vai ficar lixada – as novas gerações.

Deixar uma resposta