Nobel da Paz para Berlusconi

Foi constituído o comité que irá preparar a candidatura de Sílvio Berlusconi ao prémio Nobel da Paz, pelo “seu empenho humanitário no campo nacional e internacional.” Não sei exactamente que medidas tomadas no plano interno têm em mente os patrocinadores desta candidatura, uma vez que a notícia que está a ser avançada apenas refere a actuação do Cavaliere na cena internacional, mas creio que bastaria citar a nova lei da imigração, aprovada há dias, e as suas humanitárias propostas, para justificar a atribuição do Nobel a Berlusconi: – Criminalização da imigração ilegal, com aplicação de uma multa de até dez mil euros a quem entrar ou permanecer no país sem visto; – Aumento do tempo máximo de permanência de imigrantes em situação irregular nos Centros de Identificação e Expulsão (o nome diz tudo); – Proibição às mulheres estrangeiras sem visto de permanência de registarem os filhos que tiverem em território italiano, o que, a ser cumprido, abrirá caminho a que percam a guarda das suas crianças quando forem expulsas do país; – Legalização das milícias populares formadas por cidadãos que pretendem garantir a segurança pública (as “guardias padanas”) e que até aqui se têm dedicado a vigiar os imigrantes em situação irregular; – Proibição do arrendamento de imóveis (casas ou quartos) a imigrantes em situação irregular, com aplicação de multa e detenção até três anos para os senhorios infractores. Bem vistas as coisas, porquê parar por aqui? Por que não reclamar o Nobel que a Cosa Nostra há tanto merece? Ou exigir a Oslo que, ainda que a título póstumo (bem diz o povo que mais vale tarde do que nunca), distinga o pacifista Benito, e assim redima Il Duce daquela morte patética, de pernas para o ar, exposto à multidão desrespeitosa naquela praça de Milão?

Comments


  1. Também Bush, por exemplo, foi ‘candidato’. Na realidade basta muita boa vontade, tempo, determinação e dinheiro para fazer uma candidatura ao Nobel da Paz.

  2. Luis Moreira says:

    Isto é, realmente, uma provocação a todos os que se interessam,se sacrificam e lutam pela Paz! Tudo se compra,até o Nobel da Paz!

  3. Carlos Fonseca says:

    A inversão de valores na actual sociedade humana é um fenómeno que nos massacra; e sobretudo, tem origem em políticos medíocres e tétricos que, em maioria, governam o mundo, com especial incidência na Europa Ocidental. Lembro que, além das políticas contra os imigrantes em Itália, Berlusconi foi um dos aliados de Bush, na grande obra pacífica da invasão do Iraque. Tal como Aznar, Blair e o mordomo Barroso. Não seria mais lógico dividir, então, o Nobel da Paz por todos estes pacifistas?


  4. Isto deve ser uma cortina de fumo do Berlusconi… ele nem com a mulher consegue um pouco de Paz…

  5. João Paulo says:

    Men, eu voto nele! Sem dúvida!Não há ninguém que faça mais pela paz do que ele.Quer dizer, talvez possa haver… a Al-Quaeda? O da Coreia do Norte… Mas, ok. Voto nele.E para o ano proponho o nosso primeiro!JP

  6. maria monteiro says:

    Deve andar por aí mãozinha da alma gémea. Ele, tão bom cristão, que se portou como gente grande ali a trabalhar dia e noite por causa do processo Eluana, mas por vias de pequenos deslizes que o dito senhor tem andado a fazer, é preciso credibiliza-lo perante os italianos …A minha homenagem a Eluana que finalmente consegue viver em paz.

  7. Luis Moreira says:

    É o que faz ser PM e ser dono das cadeias de TV e jornais!

Deixar uma resposta