Rally B.V. Famalicão 2014

O Rally B. V. Famalicão vem aí e o reconhecimento da pista de corridas já começou!
Quais limites de velocidade! Quais linhas contínuas! Isso é para os fracos.
Espero sinceramente que os… Bombeiros Voluntários… não tenham que acudir as vítimas dos “treinos”.

Uma utopia a menos, esta é a realidade

linces2

Portugal conquistou hoje, no campo, o direito a proclamar que é a oitava selecção da Europa em sub 21. Subiu à primeira divisão europeia e teve o melhor jogador do campeonato, de seu nome David Franco, que jogou lesionado toda a prova, mandou as dores para trás das costas – ou para o raio que as parta – e agora, sim, vai fazer o tratamento necessário. Em oportunidade próxima, referir-me-ei a ele, mas hoje, perdoa-me, David, a heroína é a equipa, toda, atletas, técnicos de campo, gabinete médico, torcedores, o pessoal de apoio, os dirigentes.

Nós, os que trabalhámos no gabinete de comunicação, apenas mostrámos ao mundo aquilo de que sois capazes, com todas as reticências que possam colocar, com todas as reservas que vos oponham. Porque a equipa soube ser coesa, demonstrou um incrível espírito de sacrifício e lutou até final com uma galhardia só possível quando, efectivamente, estão todos polarizados num alvo comum: a vitória.

O melhor elogio que vos pode ser dado, disse-o ao vosso seleccionador o treinador da Irlanda, a selecção campeã: tive que repensar a táctica, jogar pela primeira vez com quatro defesas, não pressionar da forma que normalmente a Irlanda faz, porque eu tinha pânico do vosso contra-ataque. Ouvir isso do treinador campeão deve encher-vos de orgulho. [Read more...]

Foi necessário escrever uma nova história, mas conseguimos!

Anda pela internet uma frase de motivação (daquelas que, normalmente, vamos logo apagar, mas, sem querer, acabam partilhadas na cronologia de todos) que diz: “Que a felicidade seja sonho, meta e realidade”. Sem pressupostos sociológicos por detrás das minhas palavras, gostaria de dizer que esta afirmação, que muitos até poderão considerar profundamente piegas, eu a recordei ontem, a 3 minutos do fim do jogo entre Portugal e Irlanda, quando Ivo Moreira

ivo

empatou o jogo, naquele que foi o resultado que fez rebentar as águas: Portugal, pela primeira vez na história da variante de campo, ascendia, por mérito próprio aos top 12 da Europa. Para já, que ainda falta jogo! Que parto difícil!

[Read more...]

Quando fazer história pode ser insuficiente

portrus

Ponto prévio: Portugal está em disputa directa – sempre esteve desde que se conheceu o calendário – com a Ucrânia e a Rússia. Estranhou-se, por isso, que contra esses adversários o umpire manager, o senhor que manda nas nomeações – que por acaso é espanhol e se chama Antonio Morales – tenha escolhido para as duplas que dirigiram esses jogos, seguidos, um tal Aliaksandr Hrachou, de sua (falta de) graça, e aparecido no campeonato, vindo da Bielorrússia. Quando poderia perfeitamente ter nomeado Nick Bennett (inglês) ou Mike Gerving (alemão), nomeados e presentes em Lousada como árbitros neutros. E é para jogos destes que os torneios internacionais têm árbitros neutros. [Read more...]

Hoje, mais a sério

euroh1

Portugal defronta hoje, às 19 horas, a Rússia no Europeu Júnior que decorre em Lousada, naquele que será o jogo chave para, pelo menos, a permanência na Divisão B.

Ontem, os Linces folgaram e isso permitiu-lhes acertar algumas agulhas para o jogo de hoje, uma vez que a Rússia foi testada pela Irlanda, goleada aliás, o que trouxe um novo fôlego aos seleccionado português que viu crescer um paradigma que, à partida, era muito condicionado: se a Rússia não valer mais do que apresentou contras os irlandeses, está ao alcance dos portugueses. Mas são “ses”…

Entretanto, como escrevemos, a Irlanda despachou a Rússia, logo por 5-2, em ritmo de treino, e mostrou claramente que veio a Lousada para vencer e, consequentemente, subir à divisão A.

No outro jogo do dia, A Escócia venceu a Bielorrússia por 3-1, num desafio sem grandes momentos de interesse.

Já hoje de manhã, a Itália defrontou a Bielorrússia, naquele que deveria ter sido o jogo inaugural, mas que foi adiado porque o material desportivo bielorrusso não chegou a tempo, estando a equipa a usar algum equipamento proveniente de alguma solidariedade, até a chegada (?) do seu.

O resultado saldou-se por um empate a duas bolas. A Itália desiludiu e a Bielorrússia mostrou que vale bem mais do que tinha mostrado, ontem, contra os escoceses.

Foto: Douglas Rogerson

Portugal goleou a Ucrânia

jogabonito1

A selecção portuguesa de sub 21 venceu, ontem à tarde, em Lousada, a sua congénere ucraniana, na abertura do Eurohockey Championship II, a segunda divisão europeia da modalidade.

Ivo Moreira, Ricardo Teixeira, Nicholas Wenzel, TiagoSousa e David Franco escreveram a história dos cinco golos conseguidos, Dmytro Tsyma concretizou os dois do adversário, num simpático resultado final de 5-2. [Read more...]

Zero Minutos, Zero Golos

MEET THE MILLIONS OF BRAZILIANS BATTLING FOR SHELTEREu e o futebol = zero.
A miséria continua dentro de momentos.

Europeu de sub 21 começa hoje em Lousada

europeu1

Começa hoje em Lousada a caminhada da selecção nacional de hóquei em campo – sub 21 – no Challenge II do Europeu.

Mário Almeida, o seleccionador nacional, em declarações recentes anteviu a prestação nacional como uma incógnita, uma vez que é muito difícil aferir as potencialidades das equipas presentes, dado que, sobretudo nos escalões de formação, as gerações se transformam ano a ano: podemos ter uma gesta de ouro ou, episodicamente, uma sub-equipa. Um pouco ao contrário dos seniores, muito menos voláteis.

Por isso o responsável nacional define como objectivo primordial o crescimento competitivo dos jovens que vão entrar em campo, sem fasquias de resultados, mas sempre atentos ao que o jogo proporcionar, daí colhendo os benefícios que o trabalho feito pode trazer. E esta equipa trabalhou bem. [Read more...]

Hoje o dia de Filipinho Scolari começou assim

Vitor Baia
Tarde ou cedo, a mediocridade de um treinador vem ao cimo. E a hipocrisia de quem o defendeu apenas para atacar o FC Porto acompanha-a. As bandeiras podem regressar aos mastros, que é para isso que servem.

Rescaldo do Bombardeamento da Alemanha ao Brasil

Com Tatu Ventorini, ele vai dar uma rodada na barata dela.

Meanwhile, in Brazil

Bandeira

Com o fim da prestação brasileira no Mundial marcada pela mais pesada derrota de sempre em jogos oficiais, antevê-se uma noite quente. Esta bandeira que o diga…

[Fotografia: Veja São Paulo]

7 – Luís Filipe Scolari -1

Tinha de ter uma alegria neste mundial, escusava era de vir da Alemanha.

Quando o Brasil sabe a México

portugal selecçao 1986 méxico

Antes do jogo, não acreditando embora desejando um milagre, fica aqui a minha declaração de voto: Paulo Bento conseguiu um lugar ao lado do grande Torres no memorial do futebol português, pedestal enormes  jogadores, péssimos seleccionadores.

O erro é o mesmo: colocar relacionamentos pessoais acima do óbvio,  joga quem está a jogar melhor, e quem se arma em parvo (o que no caso do Torres nem foi bem assim, os jogadores até tinham razão) fica em casa.

Fica isto publicado às 16h do dia 26 de Junho de 2014, com uma vaga esperança de ao fim do mesmo voltar aqui assumindo a minha idiotice, falta de patriotismo, crença, visão da Portugal como terra de milagres a começar no do Ourique que ninguém sabe onde foi. Era porreiro pá.

 

Como viciar um jogo de futebol do mundial – manual de instruções

Podem-se comprar jogadores mas o mais fácil é corromper o árbitro e os seus assistentes, lê-se na reportagem resultante de uma investigação do The Telegraph e do Channel 4. Mas quem o diz é Christopher Forsythe, o facilitador do negócio, natural do Gana. Sim, essa equipa à qual só por milagre (financeiro, ao que parece) iremos ganhar por meia dúzia de golos.

[Read more...]

Então e os outros?

 

O que eu acho verdadeiramente estranho é andarmos todos aqui a falar das causas para a derrota de Portugal e de quem é a culpa, e do Paulo Bento que podia ter posto o William Carvalho logo desde início e convocado beltrano e cicrano e não falamos daquilo que para mim é flagrante e que também merece ver-lhe atribuída a sua quota-parte de responsabilidade . Falo evidentemente, do papel da Comunicação Social.

A comunicação social, ou seja, a miríade de comentadores e jornalistas que nos informavam a cada momento das movimentações da Selecção, conseguiram convencer-se, a si próprios e ao país, de que Portugal era de uma forma ou medida, candidato a alguma coisa. Em primeiro lugar, gerou-se a ideia de que o grupo era fácil, com excepção da Alemanha, e que Portugal facilmente passaria. Não percebo como é que se chega a esta conclusão quando em 2010, o Gana chegou aos quartos e os Estados Unidos possuíam um treinador experiente que tinha levado a cabo uma enorme revolução na equipa. Não percebo igualmente como é que conseguiram convencer as pessoas de que Portugal, que não tinha ganho ao Luxemburgo, ia ganhar à Alemanha; a Alemanha cuja maioria dos jogadores fazem parte daquela que é a melhor equipa europeia. Mas mesmo assim havia muito boa gente convencida que no “mínimo era um empate”.

[Read more...]

É uma questão de tempo

A equipa portuguesa deixou de jogar 5 minutos depois do jogo ter começado.

Temos campeão

Final da última etapa da Volta à Suiça, terceira vitória de Rui Costa, preparando-se agora para o Tour.

É este ano, acredito, que o 3º lugar de Joaquim Agostinho em 1978 e 79 merece ser atacado, o nosso recorde mundial no ciclismo de estrada pela pedalada do agora campeão mundial.

Há desportos, populares, onde até somos campeões do mundo, o que há é menos gente a dar por isso.

Crónica do Mundial [Portugal/Alemanha]

mundial_futebol_brasil_portugal_alemanha_16_junho_2014

Ponho o lenço com a bandeira nacional que comprei no chinês em 2004 e vou ser portuguesa com os portugueses, sofrer com eles por causa de um jogo de futebol, ser uma igual, apesar do olhar deles pousado na minha excentricidade de mulher amalucada naqueles preparos, a portugalidade por um fio, a estrangeirice toda à mostra, que as mulheres verdadeiramente portuguesas da minha idade não são bem assim, nem vão sozinhas ver futebol para os bares a meio da tarde. Peço uma mine da marca Sagres pois parece-me ser mais portuguesa. Sento-me na obscuridade, quero lá saber da  luz da tarde, e preparo-me para ter a cabeça quente. Lá fora na rua não há vivalma, a semana ainda agora começou e já parece no fim.

Ponho o lenço, bebo a mine, como tremoços, enquanto 50 e tal mil pessoas numa arena no Brasil se transformam em selvagens, ali à minha frente, no écran gigante do Sérgio. Estou em Roma a beber uma Sagres e a comer tremoços enquanto os bárbaros rosnam. Um homem chamado Mueller (ou talvez seja Müller) marca três golos, dois sem glória, só sorte macaca e um árbitro subjectivo. Outro homem, um Hummels ubíquo, desmultiplica-se nesses todos do seu nome plural e faz o resto. Quatro golos. Já não quero mais nenhuma mine e até me apetece tirar o lenço. Talvez tenha dado azar, sabe-se lá. Saio para a luz do fim da tarde que parece ter ficado suspensa, e é outra vez Segunda, apesar dos homens desolados com quem me cruzo na rua, a semana ainda mal começada e eles já tão tristes.

Senhor Presidente, o povo manifesta-se nas ruas!

Cavaco

Alguém arranje um Rennie ao senhor Aníbal. Têm sido muitas indisposições…

Mundial 2014 – Portugal vs Alemanha

Desta vez não me apetece postar o video das imagens dos golos. Todos os vimos. Todos sabemos decor o que é que falhou. Todos nós vimos aquilo que sabíamos ser previsível: a nossa selecção não jogou nada, com Paulo Bento não joga nada, não tem fio-de-jogo, não tem um colectivo, vive excessivamente daquilo que Ronaldo e mais 2 ou 3 conseguem fazer e continuando assim, arrisca-se a voltar a Portugal no próximo dia 26.

1. Nos primeiros 10 minutos de jogo ainda criámos um calafrio quando Ronaldo atirou com o pé esquerdo para defesa de Neuer. Desde cedo entendi que Paulo Bento ia apostar numa atitude defensiva, de forma a não deixar os alemães colocarem em prática a circulação de bola semi-apropriada ao Bayern de Munique de Guardiola: muitos passes entre os homens de meio-campo, muitas combinações entre o médio interior, o lateral e os alas e respectivo cruzamento para área à procura da referência de ataque da equipa, neste caso Thomas Muller, o herói da partida de Salvador da Baía. [Read more...]

E a Coreia aqui tão perto…

Há uns tempos futebol eram 11 contra 11 e no final ganhava a Alemanha. Com Paulo Bento os germânicos nem precisam esperar pelo fim, entraram logo a ganhar mal saiu a convocatória lusa, uma mistura de indiscutíveis e afilhados do casmurro que nos (des)orienta… E a Coreia aqui tão perto!

pb

Portugal zero

ueOHsb5ODIEHá que dizê-lo com frontalidade: esta selecção é o espelho da posição de Portugal, seu governo e povo, perante a Alemanha: exactamente a mesma que eles tiveram quando perderam a guerra, mas nós baixamos primeiro as calças.

raul meireles

Valha-nos o Raul Meireles.

Adenda –  Pior é sempre possível:p

l´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´llllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllll0+lfinal o Raul Meireles estava com os indicadores a explicar que ia jogar a central. Quando até tu me falhas no manguito, Raul, está tudo perdido

“A Copa do Mundo é meia piroca no cu do brasileiro”

Parafernalha em grande ou da minha relação com o futebol.

Brasil 2014 – Brasil vs Croácia

O novo Arena Corinthians, ou Itaqueirão, como quiserem, estádio de raiz construído para a inauguração deste campeonato do mundo e, em jeito de curiosidade para quem seja curioso destas coisas, para suprir a necessidade que um dos colossos do futebol mundial, o Corinthians, tinha de possuir finalmente um estádio próprio, recebeu o jogo que marca o início de mais um Mundial entre Brasil e Croácia. Apesar de não estar cheio, o Itaqueirão foi ao rubro quando o onze brasileiro escalado por Felipão cantou fervorosamente o hino brasileiro, entoado a letra do hino que vai para além do som previsto para o momento. [Read more...]

ironias e coincidências

- a controlinveste anunciou hoje a redução de gastos do grupo, redução motivada pelas perdas acumuladas pelo grupo nos últimos anos (destaque especial para as perdas acumuladas pela jóia da coroa, a Sporttv) e o despedimento de 160 profissionais da comunicação.

- precisamente no dia em que o maior paladino da luta contra o império dos oliveirinhas no futebol, ou melhor, nos direitos de transmissão televisiva, Mário Figueiredo foi re-eleito na Liga (ou melhor, re-elegeu-se por harakiri cometido pelos outros) meses após a cerrada marcação feita pelo FC Porto e dos seus “afiliados políticos” que resultou inclusive na sua destituição antes do final do mandato (conseguida através de uma das maiores manhosices possíveis e imaginárias; foi-lhe chumbado o orçamento em Assembleia-Geral no passado mês de Março). a Benfica TV agradece. agora sim, há ordem para matar. e para negociar abre-pernas em troca de bons contratos. [Read more...]

Mundial 2014 – Soltas – #2

del bosque

9 – Don Vicente e a Selecção Espanhola - À semelhança de Luis FelipeScolari, aos 63, Don Vicente Del Bosque, é outro dos treinadores capaz de igualar o mítico Vittório Pozzo (no post anterior cometi um erro quando afirmei que Felipe Scolari “poderá tornar-se o primeiro seleccionador a vencer dois mundiais; Vittório Pozzo foi o mítico seleccionador italiano que levou a Squadra Azzurra às duas primeiras vitórias nos Campeonatos do Mundo de 1934 e 1938) com dois títulos mundiais caso consiga levar La Roja à vitória final no torneio brasileiro. [Read more...]

Mundial 2014 – Soltas – #1

1. Os estádios, os gastos e os protestos – Atrasos. Polémica. Manifestações. Nunca antes num Mundial, a construção de infra-estruturas para receber um evento da grandeza de um campeonato do mundo, os gastos bem como as necessidades do povo do país organizador deram tanto que falar, escrever e opinar.

Há um ano atrás, durante a realização da Taça das Confederações, prova que hodiernamente é organizada pela FIFA para o ano que antecede o mundial, de forma a serem testados pela primeira vez os estádios que irão receber o evento bem como a segurança do país organizador, Romário, agora deputado federal no Rio de Janeiro, afirmava aquando das vagas de violência que irradiavam pelos nossos televisões nas cidades que acolheram a dita Taça – “preparem-se porque o Brasil vai passar vergonha na Copa”; “a FIFA quer tudo feito, leva e não paga nada.” – Mais recentemente o baixinho afirmou: “A Fifa é uma instituição 100% corrupta. Podemos dizer que é presidente do país enquanto não acabar a Copa do Mundo. Tudo o que já foi gasto totalmente fora de controle. Inclusive foi gasto como a Fifa determinou e ainda vem dizer que pode ser uma das piores Copa.” [Read more...]

o que eu ando a ver #1

1. NBA Finals

1.1 Dita-me a experiência que nas finais da NBA, o jogo 2 é um dos momentos chave (em conjunto com o jogo 5 caso este tenha de ser realizado) que determina o vencedor da competição. Todas as equipas que tem factor casa nas finais (por factor casa entende-se o direito de jogar o jogo directivo, o 7º, caso seja necessário, em casa; esse direito advém do score averbado pelas duas equipas na fase regular, pertencendo o factor casa à equipa com melhor score averbado nessa mesma fase) jogam os primeiros dois jogos em casa. As equipas que ganham os primeiros 2 jogos em casa nas finais, raramente perdem o campeonato. Exemplo contrário foi o do ano passado por exemplo, no qual precisamente Miami e San Antonio venceram 1 partida fora. [Read more...]

Sport faz história, Lousada vence e sobe de divisão

O Sport Club do Porto e a Associação Desportiva de Lousada Hóquei foram, ontem, os grandes destaques da modalidade, a nível internacional. Em Bratislava, os de Vale do Sousa, ainda que desfalcados de pedras basilares, venceram a prova e subiram de divisão; as meninas do Sport atingiram o pódio na prova em que foram anfitriãs e que a a equipa francesa de Merignac conquistou.

sport

[Read more...]

Há um je ne sais quoi de Bento em Deschamps

E vice-versa!

Ambos foram médios. Raçudos e bons. E carregadinhos de mau feitio. Paulo e Didier, que até iam mudando de penteado com a idade, foram internacionais enquanto jogadores, nunca se lhes apontou grandes sequelas que a inteligência lhes tivesse outorgado, mas sempre foram considerados, por quem com eles viveu no campo e fora dele, pessoas honestas, de dar o litro. Havia até quem os considerasse frontais, até houve quem vendesse a imagem de que eram solidários, ao ponto de darem tudo pelo semelhante, desde logo a figura do jogador de futebol. Eram uma espécie de sindicalistas, defensores da classe. O que me parece uma extrapolação perversa, mas não sei.

Agora, o que ressaltou ultimamente é que ambos têm ódios de estimação, defendem-se bem dentro de uma clique de “amigos”, mas o grupo não pode nem ser grande nem prolixo, e, quanto menos egos, melhor. [Read more...]