De fato, vivemos absorvidos

Et ipse clamans dixit: “Pater Abraham, miserere mei et mitte Lazarum, ut intingat extremum digiti sui in aquam, ut refrigeret linguam meam, quia crucior in hac flamma”.

Lc 16, 24

***

Um erro da Agência Ecclesia?

de fato1

Não.

A mensagem do bispo de Santarém é clara:

de fato2

Exactamente.

Como diz Duarte Gomes, “é quase impossível termos a perceção“. É verdade: os brasileiros não têm perceção e os portugueses não devem ter.

O Pinóquio e Joseph Blatter

Hoje, Neil deGrasse Tyson teve um daqueles momentos. Ainda bem. Realmente, no universo do Pinóquio, a pergunta “o que aconteceria ao nariz do Pinóquio, se ele declarasse: ‘o meu nariz está prestes a crescer’?” não tem resposta.

A pergunta “Ronaldo ou Messi?”, em princípio, digo eu, muito subjectivamente (desconheço parâmetros para aferir objectivamente esta matéria, mas admito que existam) não tem resposta objectiva no planeta Terra. Prefiro Ronaldo, mas a minha condição de português, provavelmente, toldar-me-á o discernimento. Contudo, na Oxford Union e alhures, estar-se-ão nas tintas para as minhas predilecções acerca deste assunto. Porquê? Porque não sou o presidente da FIFA. Não sei o que toldará o discernimento de Blatter.

Neymar

E Messi na mesma equipa vai ser uma coisa do caraças...

Parabéns, Lionel Messi

Hoje faz anos (25) o outro grande jogador do mundo.

Dois jogadores desta craveira ao mesmo tempo num só planeta é coisa rara. Em vez de discussões da treta sobre o melhor  (uns dias é um, outros é o outro), o melhor mesmo é desfrutar o seu futebol.

Hoje Messi faz anos e está de parabéns.

Eu, se me chamasse Cristiano Ronaldo, mandava-lhe uma mensagem de felicitações, desejava-lhe muita saúde, força e combinava um jantarzinho secreto durante as férias num lugar à escolha do aniversariante, onde nos riríamos das paixões assolapadas de alguns e do desprezo de outros.

Depois disso voltávamos ambos à rivalidade para público ver.

É que qualquer deles precisa do outro para ser ainda melhor do que já é.

Real Madrid, MOUrinho, CR7, Coentrão e Carvalho campeões em Espanha

Está feito! Mourinho ganha mais um título apesar do MESSI não parar de marcar golos.

O chapéu que o Messi fez depois de marcar duas penalidades é fabuloso e vale a pena ver. Mas para memória futura fica a vitória do Real com mais um golo do Cristiano Ronaldo.

Da nobreza no futebol

O futebol é mais do que um jogo, infelizmente. É um lodaçal feito de uma mistura de irracionalidade, negócios racionalmente escuros e agressividade também verbal, ou seja, de valores antidesportivos. É, portanto, raro encontrar, entre jogadores, dirigentes e treinadores, palavras ou atitudes nobres.

José Mourinho e Cristiano Ronaldo são profissionais extraordinários e estão entre os melhores do mundo, mas estão muito longe da nobreza de Guardiola ou de Messi, uma vez que raramente conseguem esconder o arruaceiro ou o vaidoso que estão dentro deles.

Guardiola foi, para além disso, um dos melhores médios que já vi jogar, discreto, inteligente, elegante (podem revê-lo, depois do corte). Como treinador, manteve as mesmas características e, mesmo na hora da saída, consegue ser grande, dispensando-se de inventar desculpas ou de criar fricções escusadas.

Messi, o profissional apaixonado, o atleta improvável, não esteve presente na conferência de imprensa da despedida e explicou: “Preferi não estar porque sabia que os jornalistas iriam à procura dos rostos de pena dos jogadores.” Também fora de campo, Messi é melhor do que Cristiano Ronaldo, convencido de que é perseguido por ser rico e bonito.

No nosso campeonato, Ontem, Sérgio Conceição, depois de ganhar em Braga, declarou que o empate teria sido o resultado mais justo. Leonardo Jardim, ao contrário da maioria, não fez referência a erros do árbitro.

O futebol é mais do que um jogo e torna difícil manter a serenidade e a elevação. Os que o conseguem devem ser elogiados, porque são esses que devem ser imitados. [Read more…]

Todos os golos de Messi ao serviço do Barcelona

São 234 golos apontados até ontem, todos num só vídeo. Hoje, dia mundial da poesia, é justo recordá-los.

Cristiano Ronaldo e duas avarias num só dia: o Aventador e o Messi

Esta podia bem ser a coluna rosa do Aventar. Mas não vai ser. É bem pior que isso. Agora que está avisado, caro leitor, prossiga por sua conta e risco, sendo que prometemos nas próximas linhas futebol, carros e mulheres! A ordem, para o efeito que se pretende, pode ser arbitrária.

Vamos lá então à história – há dias em que um tipo não pode sair de casa!

Não – agora não estava a pensar no senhor do bolo rei que apela aos estudantes para se manifestarem e depois foge deles.

Cristiano Ronaldo, um dos mais recentes aventadores teve um dia para esquecer: o brinquedo novo avariou e o Messi marcou cinco no mesmo jogo.

Aventador em cima do reboque, imagem do Jornal AS

Só tenho uma dúvida – será que a menina da Intimissimi foi ao basket nessa noite?

Promessa cumprida!

Vídeo: os cinco golos de Messi num único jogo…

…da Liga dos Campeões.

O jogo Barcelona – Bayer Leverkusen desta edição da Liga dos Campeões teve oito golos, facto raro nesta competição. Mas, caso único no actual formato da competição, um só jogador marcou cinco golos. Quem? Messi, claro. Golos para todos os gostos.

Portugal 1 – Argentina 2 … Era uma vez o Cristiano Ronaldo Y o Lionel Messi …

… Y o Cristiano Ronaldo C@gou no Messi. End Of Fairy Tail

Inter, Barcelona: Messi? Milito, Mourinho!

-Vamos ver se o Barça é a melhor equipa do mundo – disse Mourinho antes da partida.

Hoje, em Milão, não foi. E Messi? Messi, contra o Inter, também não foi o melhor jogador do mundo, não foi quase jogador sequer, jogou o que o deixaram, ou seja, pouco mais que nada. Não teve espaço, nem arrancadas, nem dribles, nem iniciativas.

O Inter entregou a posse de bola ao Barcelona, mas não o deixou jogar. Posse consentida, mas só até certo ponto do terreno, depois “toma lá a bola outra vez e volta a fazer tudo de novo”, enquanto o Inter lançava contra ataques ( ataques rápidos é mais exacto ) venenosos. O Milão foi sempre mais perigoso e objectivo, nunca perdeu a noção posicional e anulou sempre o Barcelona onde mais lhe conveio, apesar de ter sido o Barça a inaugurar o marcador na única oportunidade clara da primeira parte.

No confronto de treinadores, ganhou Mourinho e por muitos. No campo ganhou o Inter, por 3-1.

Benquerença mostrou muitos cartões, como gosta e foi polémico. Como é habitual.

0-1
http://rd3.videos.sapo.pt/play?file=http://rd3.videos.sapo.pt/9nLGE7Y1zsF6VH432oOf/mov/1 [Read more…]

Ronaldo/Messi

Quando lhe perguntaram quem era o maior, ele ou Messi, Ronaldo brincou e respondeu ” o maior sou eu… sou mais alto e mais largo do que ele”.

E depois elogiou a temporada que Messi tem realizado, acrescentando que é um dos melhores jogadores de sempre. Fair-play e humor. A vida não é só golos.

Lionel Messi do Barcelona, da Argentina, do Mundo… é o melhor do Universo

Lionel Messi nasceu no dia de S. João, pouco mais de um mês depois da vitória do Porto no Prater.
É um jogador de futebol, ou antes, é O melhor jogador de futebol do Planeta. Nasceu na Argentina, mas veio para Barcelona com 13 anos e aos 16 já jogava na primeira equipa.

Ontem marcou quatro golos a uma equipa de Londres, o Arsenal, cujo treinador o definiu assim: “Messi é um jogador de Play Station“.

Mas, de ontem chega mais um detalhe delicioso: Messi levou a bola de jogo para casa. Uma metáfora fantástica: ele é de facto o dono da bola! Ele, mais do que ninguém, consegue pegar na bola e ir, com ela bem coladinha, até ao destino, seja ele a baliza ou o passe para um colega.
No Universo planetário da bola no pé há um novo DEUS: Lionel Messi

Faltam 407 dias para o Fim do Mundo

O artigo de opinião de Bernard Henri-Lévy hoje no i é de leitura obrigatória para se compreender o que verdadeiramente ficou das últimas eleições francesas. Depois não digam que não foram avisados.

O país mergulhado numa crise impressionante e os nossos senhores preocupados com a comunicação social. Quantas falsas virgens ofendidas! Pressões políticas sobre a imprensa? Que grande novidade. E que tal discutir a privatização do grupo RTP? Isso sim, seria um bom começo para uma verdadeira independência da comunicação social. Um começo, apenas.

Pé ante pé, finta após finta, chuto a chuto, Messi vai provando quem é o melhor jogador de futebol do Mundo. E o resto é treta.

Faltam 415 dias para o Fim do Mundo

E o nosso Primeiro continua em campanha eleitoral (será que ele é candidato nas directas de sexta do PSD?). Por falar em directas, depois de Alberto João, nada como contar com o apoio de Ribau Esteves para ajudar à festa. Entretanto, Aguiar Branco manda um recado forte: não desiste!

O Twitter festejou ontem quatro anos a atormentar-nos com 140 caracteres e mais nada. Já Messi está cada vez melhor…que Ronaldo e quase tão bom como Maradona! As grandes dores são mudas…

Alguém me consegue explicar este surto de quedas de avionetas? E pé ante pé, lá vai Obama levando a água ao moinho.