Ética em que sentido?…

Olhando para todo o mediatismo que circunda a famosa “Comissão parlamentar de ética” , não deixo de sentir algum desprezo pelo que lá se passa.

É uma mera comissão permanente do Parlamento. Mais propriamente,  chama-se “Comissão de Ética, Sociedade e Cultura“. E, no entanto, está-se a fazer dela uma espécie de Santo Ofício para resolver os nossos republicanos males, o que, por si só, em termos conceituais é, desde logo, uma insanável contradição.

Tudo se passa no âmbito do julgamento político, enquanto a realidade jurídica e legal é arremessada para segundo plano. Cada vez menos importa o que faz a Justiça, ou tenta fazer, porque já nem se acredita. E, ali, naquela Comissão parlamentar de ética, temos festim todos os dias, há sempre alguém em palco para para manter o espectáculo em cena.

Quando olho para trás, recordo-me, por exemplo do Dr. Pina Moura ser Deputado da Nação e ao mesmo tempo presidir a interesses estrangeiros (Iberdrola). Algo que a Comissão de ética de então achou que não era motivo de incompatibilidade. Porque nada na Lei impedia tal acumulação.

Comissão parlamentar de ética?!

[Read more…]

VERGONHA!

Mas este gajo está a brincar comigo?

Derrota pesada magoa um bocado“, diz Jesualdo no Público. Só pode estar a brincar! Um bocado? Ó meu grande facínora, não é um bocado, é um enorme pedaço qual iceberg a vaguear pelo Árctico! É uma vergonha e tanto. O meu Futebol Clube do Porto não é um qualquer clube europeu, é um dos vinte melhores, seu grande incompetente! Um bocado? Só podes estar a brincar connosco, Portistas! Não é um bocado, grande salafrário, é uma gigantesca vergonha. A minha alma sangra ao ver semelhante desastre. Foram cinco bolas a zero, cinco, meu grande….!

Grande patarata, eu que nem queria escrever sobre este pesadelo, eu que me farto de dizer que as grandes dores são mudas, estou em fúria com este….eu nem digo mais nada. Só estou à espera, à espera de ver quem de direito a tomar uma posição definitiva!

Mas espera……..olha-me este: “Temos de levantar a cabeça, há três troféus a ganhar“. Levantar a cabeça? Só se for para a colocar a jeito pró corte da dita! Depois da miséria das últimas jornadas, uma goleada com o Arsenal e querem levantar a cabeça? Tenham vergonha! Olhem para a história recente deste clube e pensem bem no que andam a fazer. Bando de ……..!

Eu nem digo mais nada.

Golos…

Eu cheguei a pensar que o título desta posta fosse sobre o jogo do Porto, mas não. Nem tenho palavras…

0-1

http://rd3.videos.sapo.pt/play?file=http://rd3.videos.sapo.pt/TaSj0SQ9cLwrnlB2QrRc/mov/1

[Read more…]

Bateu no fundo…

É a vergonha completa. Na realidade, quer queiram ou não, estamos em completo “Estado de Sítio” mediático. Já não há vergonha na cara. Hoje é o Sol, amanhã quem será???

Esta não é uma esquerda respeitável.

“Gráfica do jornal Sol parada, providência cautelar proíbe divulgação de escutas” – SIC.

Vergonha, precisa-se

As revelações feitas acerca das escutas no processo “Face oculta”, na esteira do que vem acontecendo há anos acerca de condutas impróprias do Primeiro-Ministro, demonstram o pântano de que falava Guterres.

Para mim não está em causa a ilegalidade de certas escutas, nem a obrigação de as destruir. O que está em causa é que, uma vez publicadas, as mesmas não foram postas em causa por nenhum dos envolvidos, não houve nenhuma acusação de adulteração, de falsificação ou do que fosse. Nada. Apenas a crítica e a indignação em se revelar o que deveria, em parte, estar destruído.

Juridicamente não concordo com a divulgação de escutas declaradas nulas (e atente-se que parte das escutas transcritas não se reportam ao Primeiro-Ministro).

Como cidadão e republicano, entristece-me constatar que esta realidade governativa que as transcrições das escutas revelam, é apenas a deprimente radiografia da minha pátria.

Pelo silêncio nesta sede – ninguém ousar pôr em questão a veracidade das transcrições -, só se pode concluir que aquilo que lá está é verdade, e isso é do mais vergonhoso. E que num qualquer país, verdadeiramente civilizado, levaria à demissão do Chefe de Governo, por iniciativa própria ou por iniciativa presidencial.

Não teremos nenhuma das duas, como é evidente, porque não existe mais uma réstia de vergonha que seja.

Até mesmo porque à Oposição, em geral, não interessa perder um alvo fácil de corrosão política, e o PSD, em particular, não tem qualquer solidez para se confrontar seriamente com o PS.

Já Cavaco Silva, tem uma grande oportunidade para assegurar o segundo mandato: forçar o PS a apresentar um candidato (que não é difícil de sustentar, dadas as diversas reacções alérgicas que a disponibilidade de Manuel Alegre cedo provocou) para, com Manuel Alegre – que teve mais uma inábil estratégia de arranque de candidatura, agora ao aparecer colado ao Bloco de Esquerda –, dividir a Esquerda e ganhar à primeira volta. Depois é só deixar o PSD arrumar a casa e encontrar um líder com um mínimo de substância, e fazer cair o Governo no momento certo – ou seja, a mesma estratégia de Jorge Sampaio que abriu as portas do poder ao PS -, e José Sócrates poderá ainda sair de um pesadelo governativo como pobre vítima.

Tudo será mais um jogo, onde a vergonha é retórica, não é regra.

Face ao teor das transcrições – influências e perversões institucionais e partidárias, carreiras meteóricas, salários principescos, tráficos, manipulações, etc. -, pergunto-me onde está, efectivamente, a moral da sociedade em perseguir e condenar um carteirista?

A República precisa, urgentemente, de vergonha. E só a vamos conseguir quando se conseguir afastar dela quem a não tem.

"Sinto vergonha de mim"

F.C. Porto – FutAventar Jan2010 #4:

Mas que raio de merda é esta? Estamos a brincar ou quê? Será que ninguém explica aos jogadores a responsabilidade de vestirem camisolas do Futebol Clube do Porto? Pensam que apenas vale a pena comer a relva em campo nos jogos da Champions? Só interessa o Arsenal e o Belenenses que se…dane?

Estas camisolas foram vestidas por heróis como o João Pinto, como o Deco, o Vítor Baía, o Jorge Costa, o grande Madjer! Nós, adeptos do F.C.P. merecemos mais respeito. A instituição que lhes paga principescamente, que lhes oferece todas e mais algumas condições de trabalho, não pode ser vexada desta forma. É altura de dizer BASTA! Mas andam a brincar ou quê?

O F.C. Porto, os seus adeptos e simpatizantes apenas exigem aquilo que lhes oferecem, excelência. Entrar em campo com aquelas camisolas vestidas obriga a uma enorme responsabilidade, a suor, a correr todo o tempo, a comer a relva se necessário for, do princípio ao fim, como se cada jogo fosse uma final. Seja na Liga, na Taça, na Champions ou num simples jogo amigável!

Não me peçam palavras mansas pois não as tenho. Não se pode ganhar sempre mas pode-se, deve-se, exigi-se entrega total todos os dias. Ou pensam que é só ganhar milhares de euros todos os meses, sem contrapartidas?

Foram precisos 30!!! Trinta penalidades para o Porto ganhar ao Belenenses. Isto é brincar connosco!!!

Lindo de dizer!

Chaga do anti-semitismo deve desaparecer, diz papa.

Também concordo, mas como é que o papa quer que isso aconteça, mantendo-se praticamente silencioso quanto às atrocidades israelitas na Palestina? O papa não vê que a manter-se esta vergonha e este incomensurável escândalo, a chaga se agrava cada vez mais, e cada vez mais contagia mais gente, gente que nunca foi anti-semita?

Vergonha

Quando surgiu essa coisa do bicho chamado “Gripe A”, sossegaram que no calor não haveria grande perigo. O pior iria ser mesmo durante o frio. Pois bem, o frio veio em força e afinal não há modo do predito bicho atingir o pico. Se calhar é por causa da chuva. Se calhar o tal bicho não se dá nem com o calor nem com a chuva. Ou seja: virou vedeta e agora para atacar tem que se lhe dar condições especiais.

Assim vai ser difícil atingir os 3 milhões de infectados em Portugal que estavam previstos pela Direcção Geral da Saúde, com um pico calendarizado para meados de Novembro que não aconteceu.

Isto é uma vergonha: não se atinge os objectivos do controlo do défice, nem do controlo do desemprego, nem do crescimento económico, e agora nem do número de infectados com “Gripe A” cujo pico pandémico já deveria ter acontecido.

Uma vergonha!

"Vergonhosos abusos sexuais de menores"

Vergonhosos abusos sexuais de menores

 Com este título, li ontem no JN, o artigo de Rui Osório. Nele, ele diz que Bento XVI pede contas a responsáveis da Igreja Católica da Irlanda sobre a “dolorosa situação” das crianças vítimas da pedofilia de padres e de religiosos.

 Diz ainda que os bispos pediram perdão: “Nós, bispos, pedimos perdão a todos aqueles que sofreram abusos dos padres quando eram crianças, ás suas famílias, a todas as pessoas que estão justamente escandalizadas”. “Estamos profundamente chocados com a amplitude e perversão dos abusos como foram descritos no relatório”.

 Continua, dizendo que o núncio apostólico na Irlanda pediu perdão por “todo o erro”que possa ter sido cometido pelo próprio Vaticano, apresentando desculpas. [Read more…]

Roubalheira Sem Vergonha Ameaça As Cidades De Porto e Gaia

JÁ ERA DE SE ESPERAR, MAIS UMA DO DIALOGADOR QUE NÃO PODE VER UMA CAMISINHA LAVADA.

.

Para nós, Portuenses, Gaienses e Nortenhos em geral, este é um governo sacana.

Aquela canalhada, depois de todo o trabalho que as autarquias do Porto e de Gaia, pela mão dos seus Presidentes, tiveram e desenvolveram para ter por cá a «RED BULL AIR RACE», e de o conseguirem durante três anos, querem levá-la, não para uma outra cidade ou região que necessite de desenvolvimento, o que já seria uma pulhice, mas, como de costume, para a capital. Para além disso, todo o investimento já feito na região Norte e no vale do Douro se perderia se assim fosse.

 

Se se pudesse considerar abusivo movê-la para uma região mais necessitada, já é escandaloso e uma verdadeira patifaria, querer transladá-la para Lisboa.

 

Ao que este governo de autênticos tratantes tem feito ao Norte do País, em boa verdade, na linha dos governos anteriores, já seria de se esperar uma coisita destas. O nosso Primeiro, e os seus ministros e secretários de estado, não podem ver uma camisinha lavada num qualquer ponto do território, que logo a querem para eles, a seu lado, na capitalzinha do que já foi um império.

 

Já há muito escrevi sobre este perigo, no que respeitava a estas corridas e também às do WTCC. Se tem visibilidade, se for um sucesso, se for bom para os outros, a capital logo tudo quer para si. E o governo, que está lá sediado, e cujos ministros, se não forem da capital, logo se deixam comprar por ela, tudo faz para que a velhinha frase de que Portugal é Lisboa, a capital é o Estoril e o resto é paisagem, se ja cada vez mais uma verdade incontornável.

 

Depois ainda há quem entenda que a regionalização, não é mais do que necessária, quanto mais não fosse para travar estas tentativas de verdadeiro roubo do que é nosso, conquistado com o nosso suor e com a nossa capacidade.

 

Isto que nos querem fazer, é uma sacanice. Isto que querem fazer, é uma vergonha. Isto que querem fazer, é um crime a juntar a muitos outros que nos querem fazer e aos que já nos têm feito.

 

E só há um lugar para os sacanas sem vergonha que cometem crimes.

.