O inverno

Silva Gouveia O Rosto

Na praia O Rostro em Finisterra, na Costa da Morte (referência geográfica que já é todo um poema romântico), este inverno trouxe à areia o navio Silva Gouveia, 87 anos depois de ali se naufragar. Era propriedade da Sociedade Geral de Comércio, Indústria e Transportes de Lisboa, tinha nascido em Middlesbrough 21 anos antes, tripulação e carga salvaram-se, um esqueleto acordado por uma tempestade, com seus visitantes aos domingos, o que resta de um cargueiro de 1200 toneladas onde os marinheiros não ganharam para o susto e a seguradora teve de contratar carros de bois para puxarem a 10 pesetas o açúcar, conta José López Redonda, historiador local.

sgouv

Os naufrágios já proporcionaram bons negócios, nada que me arrepie, também nas funerárias se ganha o pão com os mortos, e ali eles acumulam-se, na mesma praia em 1987 se incendiou o Cáson, carregado de químicos, por aqueles lados se deu a catástrofe do Prestige.  Chamavam raqueros aos que, havendo naufrágio, se metiam ao saque. Vem a palavra do inglês wrecker castelhanizado, a fama seria longa, como a ironia de os ingleses esquecerem a sua história de Drakes e outros corsários com que nos fustigaram, ibéricos, e teve um momento alto no naufrágio do Great Liverpool. [Read more…]

Inverno

inverno

Inverno em Arganil. Fotografia jjc.

Quarto Com Vista

comboio-neve

Frio por Antecipação

frio2Cuidado, vai estar frio.

Estamos em Janeiro, em pleno Inverno, e como notícia dos jornais e das rádios sabe-se que a partir de sábado vai estar frio. Mas não é um frio qualquer, é um frio mesmo frio. Daqueles que gelam.

As temperaturas podem vir a descer 4 a 6 graus, mais do que é costume. Caramba, que cambada de mariquinhas.

Onde vivem as pessoas que consideram isto uma notícia? Vai estar frio porque é o tempo dele!

As temperaturas descem?, ponham mais uma camisola. É que estamos a falar de temperaturas médias de 4 a 9 graus (para as mínimas) que se podem transformar em 0 a 5 graus.

E, como se nada mais houvesse para dizer, transforma-se hoje, terça-feira, em notícia, o frio que poderá chegar no sábado.

 

Alemanha: a balela do desemprego causado pelo Inverno

Parte significativa dos analistas e jornalistas económicos usa uma semântica pensada para entendidos. Portanto, para a maioria, é hermética e tende a exibir-se como científica.

Em noticiários televisivos de economia, é comum ouvir desconexas justificações do ‘sobe e desce’ das bolsas. As cotações descem em função “de uma correcção técnica”, argumentam umas vezes; no dia seguinte, os mesmos títulos sobem por estímulo dos dados apenas estimados – “os resultados hoje foram melhores do que esperado, graças a…”, acrescentam. Depois, as cotações voltam a descer e a subir; e os estereótipos reproduzem-se.

Tudo isto a propósito de, nas notícias referentes à economia alemã, os mais sábios, da ‘Bloomberg’ por exemplo, terem ficado surpreendidos com o aumento do desemprego para 7,2% em Dezembro de 2010 – mais 85 mil desempregados do que em Novembro, e a primeira subida após 17 meses. Razão invocada pelos analistas: um Inverno duro e implacável. Curiosamente, a Noruega, com clima mais adverso, ficou-se por uma taxa de desemprego de 3,20% em 2010. [Read more…]

Pensamentos XXIX e XXX

XXIX

O pior é morreres com skis nos pés.

Não há inverno no inferno.


XXX

Ergue os olhos para o céu.

Se o sol bater neles, baixa-os.


Conheça o primeiro Caderno de Pensamentos do Sr. Anacleto da Cruz.


Faltam 427 dias para o Fim do Mundo:

No dia em que o Aventar recebeu o visitante número 300 mil e quando faltam poucos dias para celebrar o primeiro aniversário do Aventar, joga-se mais um clássico da Liga enquanto Mourinho soma e segue.

Entretanto, aqui para os meus lados, o eterno rio Douro fez das suas e galgou as margens, dando continuidade a estes dias de mau tempo (não sei se sabem mas ainda estamos no Inverno…). Até as cegonhas são desalojadas por estes dias. No Chile afirma-se uma grande liderança e faz-se a análise de um terremoto assustador e na vizinha Espanha a luta contra a ETA soma mais uma vitória.

Uma pausa no clássico para dizer adeus a Marcelo ou será antes: até já, no congresso??? Os Estados, em especial os políticos, querem controlar as televisões. Amanhã vão querer colocar os dedos nos blogues e semear “Abrantes” por tudo quanto é sítio…

Por fim, a entrevista de Passos Coelho ao DN onde afirma algo que é tão óbvio que nem precisa de grandes discussões:”Só com novo PGR se recupera a credibilidade da justiça“. Ora nem mais.