Portugal zero

ueOHsb5ODIEHá que dizê-lo com frontalidade: esta selecção é o espelho da posição de Portugal, seu governo e povo, perante a Alemanha: exactamente a mesma que eles tiveram quando perderam a guerra, mas nós baixamos primeiro as calças.

raul meireles

Valha-nos o Raul Meireles.

Adenda –  Pior é sempre possível:p

l´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´´llllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllllll0+lfinal o Raul Meireles estava com os indicadores a explicar que ia jogar a central. Quando até tu me falhas no manguito, Raul, está tudo perdido

Copa

twittwe23457235

Fotografia de  Michael Calvin,

Bye, Bye, Brasil?

Empatar a três golos com Israel, sofrer até ao fim e escapar à derrota por um cabelo, ficar com a qualificação para o Mundial ainda mais tremida, não é mau, é péssimo. Ficar a ver passar israelitas em direcção à baliza, jogar pouco, empenhar-se quase nada, dá nisto.

Quem tem Ronaldo (o único que puxou pela equipa) é obrigado a mais. E Ronaldo, o melhor jogador de futebol em actividade, a par de Messi, não merece ver o mundial brasileiro pela televisão.

A última ficha ainda não caíu, mas falta pouco. Bye, Bye, Brasil?

Ter o 3.º melhor jogador do mundo nem sempre é suficiente

Ou como Portugal está cada vez mais longe do Mundial de Futebol do Brasil…

Essa estranha guerra das Malvinas

Uma guerra ainda mais estúpida que todas as outras. De um lado uma ditadura agonizante, do outro o traque final de um império que já não o é, conduzido pela sua pior líder de sempre. De um lado a razão dos que habitam a ilha, do outro a justiça histórica contra uma ocupação ilegítima, tudo somado igual a razão nenhuma.

Talvez por isso ficará para a História como a guerra que o império ganhou no campo de batalha e Maradona derrotou com a mão de deus e o golo do século. Nunca tive, e duvido que venha a ter, tanto prazer a assistir em directo a um jogo de futebol, mesmo que o melhor jogador de todos os tempos venha a perder esse título.

No final, empate técnico, embora infelizmente com mortes numa das batalhas, a carne para canhão do costume.

Eu Nunca Fui Ver um Jogo de Futebol

Deve ser por isso que o fenómeno das negociatas do futebol me passam completamente ao lado; não obstante, é uma pena não organizarmos mais esta festarola, sempre era forma de dar algum tipo de uso aos estádios deluxe de Aveiro e Leiria, já a perder peças. Na verdade, nem me preocupo mais, pago cada vez mais impostos e ainda agora perdi* o abono de família e a médica de família (que se reformou). * foi-me roubado.

O regresso a casa da selecção da Coreia do Norte

É espantoso como a notícia ainda não chegou aos jornais portugueses (algum peso de consciência pelo 7-0?), e já anda por aí revista e aumentada, tanto em jornais espanhóis e italianos, como em blogues portugueses.

Segundo a Radio Free Asia (que não será exactamente uma fonte de confiança, antes aquilo que na gíria se chamava uma rádio da CIA) os jogadores norte-coreanos levaram com uma sessão de critica e auto-crítica de 6 horas mal chegaram a casa.

Como a Coreia do Norte vive num regime derivado ideologicamente do maoísmo parece-me perfeitamente credível. E com alguma experiência no assunto asseguro que 6 horas em crítica / auto-crítica dói, não é pouco e não é nas pernas.

Entretanto El País e La Repubblica já meteram o treinador em trabalhos forçados e transformaram uma cerimónia da religião oficial do estado norte-coreano em algo de mais exagerado. O verão quando nasce é para os jornais todos. Como curiosamente no Brasil (onde não é verão) alguns jornais citaram a notícia original correctamente, resta-me a curiosidade de ver  como ela cá chega.

A maneira mais parva de combater uma ditadura é mentir sobre ela. A verdade chega perfeitamente.

Aplauso

Luís de Freitas Lobo (RTP1) e Joaquim Rita (RDP) são actualmente os melhores comentadores de futebol nos media portugueses. Com eles aprende-se a ver futebol, a interpretar o jogo, a perceber as incidências e tendências do que se passa no campo.

Hoje, no Alemanha/Argentina, os comentários de LFL foram particularmente esclarecedores. Em dado momento, quando a Argentina perdia já por 3-0, saíu-se com este improviso “poético-metafísico” que cito de memória:

“A alma da equipa argentina já saíu do campo, ficaram onze jogadores, apenas matéria orgânica. Do ponto de vista espiritual, esta equipa já não existe.”

Aplauso. A magia do jogo fora do campo e das quatro linhas, em directo para quem escuta. Quem disse que o futebol é apenas um emaranhado de pernas em volta de uma bola?

O pior do Campeonato do Mundo de Futebol em 56 segundos

O descalabro francês, o regresso a casa da seleção italiana, os 7-0 de Portugal à Coreia do Norte e o futebol praticado pela Argentina marcaram a primeira fase do Campeonado do Mundo de Futebol 2010. Mas nada se compara à falta de desportivismo evidenciada pelo selecionador francês quando, derrotado pela África do Sul, se recusou a apertar a mão ao seu colega Carlos Alberto Parreira.

O bacalhau está caro mas não era preciso poupar tanto, monsieur Domenech.

Mundial de Futebol – fogo posto ?

Organizar o Mundial de Futebol é sempre um sonho para qualquer país. Milhões de pessoas em todo o mundo estarão concentrados no campeonato e durante um mês o país vai ter a maior montra de visibilidade a que um país pode aspirar. E antes e depois irá falar-se na África do Sul.

Já se começou a falar e pela  pior razão, o assassínio de Eugene Terre ‘Blanche pode desencadear uma onda de violência durante o Mundial, os brancos podem estar tentados a vingar esta morte . Julius Malema, líder das Juventudes do Congresso Nacional Africano, incita os negros com “morte ao boer” os fazendeiros brancos, e não é travado pelo  Presidente do país Jacob Zuma que o incita afirmando que vai “ser um futuro grande líder”.

Entretanto, Helen Zille, líder do Partido de Oposição Branca, Aliança Democrática, já apelou à calma, o que mostra bem que a situação pode estar fora de controlo das autoridades. Em meio urbano, com muitos milhares de visitantes, é fácil fazer explodir um autocarro ou colocar uma bomba num estádio cheio com uma multidão de 60 000 pessoas.

Nelson Mandela já não tem idade e força para manter ” a nação arco- íris” no caminho da justiça social e da integração racial.

O que se diz por aí

Depois do mau tempo, más notícias continuam a chegar dos Açores, enquanto prossegue a trágica contabilidade do Haiti, onde urge estancar a onda de violência pelo caos reinante.
No país da liberdade, uma mulher foi despedida por mostrar os seios a duas colegas e amigas do trabalho. Mais uma vítima do falatório e, possivelmente, da inveja.
Cavaco Silva irá na Segunda-feira visitar os agricultores da zona Oeste para lhes dar uma palavra de esperança e de ânimo, o que sempre ajuda a esperar pelas ajudas financeiras.
Entretanto o PS descredibiliza uma candidatura de Manuel Alegre às presidenciais, ao contrário do Bloco de Esquerda . Parece que Manuel Alegre ainda não percebeu que sendo tão convicto republicano, ou avança ou não avança. Ou está à espera de mais uma vaga de fundo partidária, para dar a vitória a Cavaco Silva?
Quem quiser ir assistir ao Mundial de Futebol, o melhor é levar uma tenda de campismo.
Por fim, o Governo já tem mais um argumento para construir um novo aeroporto fora de Lisboa.

Pior, Era Impossível

.GRUPO MUITO DIFÍCIL

.

Como se sabe, eu não acredito neste treinador. Como se sabe eu não acredito nestas vedetas, orientados desta forma. Mas, este é o treinador que temos, e estas, são as vedetas com que jogamos.

O grupo que nos calhou, é mesmo muito difícill. A Costa do Marfim vai ser um osso duro de roer, se não mesmo indigesto, para não falar dos outros dois. Para não falar, que nem vale a pena, a Coreia do Norte é uma muito boa equipa, e o Brasil, é tão bom (lembram-se da goleada?)que até nos envia três jogadores para a nossa selecção. Lá, ninguém lhes ligava, eram considerados refugo. Cá são mais três das «nossas» vedetas.

Mas, deixemo-nos de dizer mal, Portugal está no Mundial da África do Sul, e temos todos de torcer pela nossa equipa.

 

Até os comemos…..

 

Viva Portugal!

.

Um golaço de outros tempos

 

Há 24 anos também a selecção portuguesa lutava por um lugar na fase final do Campeonato do Mundo. Espero que hoje apareça na Bósnia um novo Carlos Manuel…

 

"Sem mais comentários. Isto é só para ver."

Palmas

Quando em Aveiro se discute o que fazer com o mono herdado do Euro, falando-se mesmo em implodir a inutilidade, ouvi o aveirense Gilberto Madaíl, com cara de paciência é a crise, avisar que a candidatura ibérica a um Mundial de Futebol passa apenas pelos 3 estádios portugueses que não precisam de grande obras para o receber por terem a lotação necessária.

Chegou um bocadinho de bom senso, e se a culpa é da crise que viva esta crise.

Claro que também temos o populista Macário que sente o Algarve excluído, e não entende nem aceita. Nem eu entendo para que serve tal estádio, e sobretudo porque tive de o pagar.